- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Acre – Na quarta-feira (11), uma ação entre o Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAER) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) possibilitou o transporte de um bebê indígena de apenas 9 meses da aldeia Nova Olinda, localizada numa região de difícil, às margens do Rio Envira, município de Feijó (360 km de Rio Branco).

A criança estava com um quadro grave de desidratação e desnutrição severa. Assim que receberam o chamado do Departamento Indígena do Juruá, a equipe, coordenada pelo médico do SAMU, Pedro Pascoal, decolou com o Harpia 01 para a aldeia. Foram quase sete horas de missão até o retorno à capital. O bebê foi levado ao Pronto-Socorro de Rio Branco.

“Assim que chegamos ao local, imediatamente fiz uma avaliação minuciosa na criança. Após o suporte inicial, o bebê foi colocado dentro da aeronave e transportado até Rio Branco com segurança”, destacou Pascoal.

O helicóptero do CIOPAER trabalha em parceria com o SAMU fazendo ações de urgência e salvando vidas em todo o Estado desde março deste ano. A parceria tem buscado reduzir os custos com fretamento aéreo no orçamento da Secretaria de Estado de Saúde (SESACRE) para situações emergenciais de atendimento à população acreana.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários