Acidente pós-manutenção é fatal para tripulação de helicóptero de Cochise/ EUA

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Duas Pessoas Morreram no Retorno do Helicóptero do Xerife de Cochise para Glendale, Arizona.

O Conselho Nacional de Segurança em Transportes (NTBS) liberou seu relatório inicial sobre o incidente. Estima-se que o relatório completo do acidente demore 1 ano para ser liberado.

A véspera do Ano Novo acabou em um acidente trágico que provocou a morte do piloto civil e do mecânico que voavam do Aeroporto Municipal de Glendale para o Aeroporto de Sierra Vista, no Condado de Cochise, no Arizona.

O Condado de Cochise fica na fronteira leste dos condados de Tucson e Pima. A sede do condado é Bisbee e é também onde está localizada a infame cidade de Tomstone.

O helicóptero operado pelo Gabinete do Xerife do Condado de Cochise era propriedade da empresa Airwest Helicopters LLC. Os dois membros da tripulação a bordo do helicóptero eram funcionários da Airwest Helicopters. A Airwest Helicopters LLC fica no Aeroporto Muncipal de Glendale.

O piloto, Jeff Steele, era um policial de Glendale aponsentado e seu passageiro, Mark Hansen, tinha 59 anos e era mecânico. O helicóptero, conhecido como “Cochise Air”, retornava ao aeroporto no Condado de Cochise depois de receber uma manutenção de rotina em Glendale. Steele havia se aposentado do Departamento de Polícia de Glendale em 2011, após 25 anos de serviço.

Retired Glendale Police Officer Jeff Steele was piloting the Cochise Sheriff's helicopter that went down New Year's Eve 2014. He and the mechanic on board, Mark Hansen were fatally injured.
O policial aposentado de Glendale, Jeff Steele, pilotava o helicóptero do Xerife de Cochise que caiu na véspera do Ano Novo. Ele e o mecânico a bordo, Mark Hansen, não sobreviveram.

O Gabinete do Xerife do Condado de Cochise foi notificado do desaparecimento do helicóptero um pouco antes das 19h00 por funcionários da Airwest, que afirmaram que o helicóptero havia perdido contato por radar. Mais tarde, a equipe de Busca e Salvamento (SAR) conseguiu captar o sinal do telefone celular do piloto e obteve informações sobre sua localização. As informações foram repassadas aos demais membros de Busca e Salvamento que estavam em campo à procura da aeronave assim como ao Corpo de Bombeiros de Benson, que identificou o local do acidente por volta das 21h20.

O texto a seguir foi extraído da página oficial do Gabinete do Xerife do Condado de Cochise no Facebook:

“O Gabinete do Xerife do Condado de Cochise foi contactado pela empresa locadora de helicópteros pouco antes das 19h00 e informado que tinham perdido contato com o Cochise Air perto da área de Benson. O software de rastreamento foi ativado e a Equipe de Busca e Salvamento do Gabinete do Xerife do Condado de Cochise juntamente com o Corpo de Bombeiros de Benson e auxiliares na área de saúde responderam ao chamado numa tentativa de localizar a aeronave.

A Equipe de Busca e Salvamento conseguiu rastrear o telefone celular do piloto que, por fim, levou a uma área de busca reduzida ao sul da estrada interestadual 10, fora de Benson. Às 21h20, aproximadamente, o Corpo de Bombeiros de Benson informou que havia identificado o local do acidente do Cochise Air e os corpos do dois ocupantes (um piloto e um mecânico).”

Photo of crash scene released by the Cochise County Sheriff's Office.
Foto da cena do acidente liberada pelo Gabinete do Xerife do Condado de Cochise.

No dia 31 de dezembro de 2014, às 21h:14 o Serviço Nacional de Metereologia emitiu um aviso de urgência alertando sobre as tempestades de inverno nas montanhas e altos desertos em todo o norte e leste do Arizona. O alerta indicava neve em altitudes tão baixas quanto 610 metros e chuva em elevações mais baixas. A elevação de Benson é de 1,095 m.

A daylight photo of the helicopter crash scene released by the Cochise County Sheriff's Office.
Foto tirada à luz do dia da cena do acidente de helicóptero liberada pelo Gabinete do Xerife do Condado de Cochise.

Em pelo menos uma foto do acidente liberada pelo Gabinete do Xerife, os pedaços da aeronave pareciam estar cobertos de neve fresca. Os destroços não foram reconhecidos imediatamente como partes de um helicóptero.

O Aeroporto de Sierra Vista está localizado aproximadamente a 278 km do sudeste do Aeroporto Municipal de Glendale, de onde o helicóptero teria partido. Benson está cerca de 72 km do sudeste de Tucson. A área ao redor do local do acidente tem sido descrita como remota.

O helicóptero desafortunado foi identificado como um Bell 206L4 com número de registro N57AW. Este helicóptero substituía outro Bell Jet Ranger operado pelo Condado de Cochise, após a perda do seu rotor de cauda em setembro de 2014. Naquele incidente, o piloto, Larry Pucci, conseguiu executar um pouso de emergência perto de Tombstone sem causar ferimentos a si próprio ou ao oficial de voo tático e auxiliar de xerife, que também estava a bordo.

The Bell Jet Ranger helicopter pictured here was damaged in an emergency landing in September 2014 after losing its tail rotor. The helicopter that crashed New Year's Eve was the replacement helicopter.
O helicóptero Bell Jet Ranger desta foto danificou-se durante um pouso de emergência em setembro de 2014, após perder o seu rotor de cauda. O helicóptero que sofreu o acidente na noite do Ano Novo era o helicóptero de reposição.

 O Xerife do Condado de Cochise, Mark Dannels, disse em uma declaração: “Esta trágica perda de duas pessoas incríveis causou-me imensa tristeza assim como na organização.” “Temos trabalhado bem de perto com esta empresa e com estes dois indivíduos desde que começamos a usar o Cochise Air e o fato de serem considerados parte da família do Gabinete torna tudo muito mais difícil. Nossas condolências às famílias destas duas pessoas que farão muita falta.”

Segue abaixo o Relatório Inicial do Acidente publicado pelo NTSB e liberado na segunda semana de janeiro de 2015.

Identificação do NTSB:WPR15FA072

14 CFR Parte 91: Aviação Geral

O acidente ocorreu na quarta-feira do dia 31 de dezembro de 2014 em Benson, Arizona.

Aeronave: BELL 206, registro: N57AW

Ferimentos: 2 Fatais.

“Essas informações são preliminares, estão sujeitas a mudanças e podem conter erros. Quaisquer erros presentes neste relatório serão corrigidos quando o relatório final estiver completo. Os investigadores do NTSB podem ter viajado em apoio a esta investigação ou conduzido uma quantidade significativa de trabalho investigativo sem qualquer viagem e utilizaram os dados obtidos de diversas fontes para preparar este relatório.

No dia 31 de dezembro de 2014, às 17h10, na hora padrão das Montanhas, um Bell 206 L4, N57AW, colidiu com o terreno a 11 km do oeste de Benson, Arizona. As vítimas, o piloto comercial e o mecânico de aeronave, não resistiram e o helicóptero ficou destruído.

O helicóptero de registro N57AW LLC era operado pela Airwest Helicopters sob as regras de aviação geral, Parte 91, do Título 14 do Código de Regulamentos Federais. As condições meteorológicas visuais prevaleceram durante o voo, que operava em um plano sob regras de voo visuais. O voo partiu de Glendale, Arizona, às 15h50, com destino à Sierra Vista, Arizona.

O operador informou que o helicóptero não havia chegado ao seu destino e que o sistema de rastreamento [Sky Connect Tracking System] indicava que o helicóptero estava em posição estacionária entre Tucson e Benson. O Xerife do Condado de Cochise localizou os destroços do helicóptero às 20h30 no local que o sistema de rastreamento indicou.

O helicóptero fragmentou-se em múltiplos pedaços ao longo de 53 metros. As testemunhas que vivem na área do acidente informaram ter ouvido um helicóptero voando baixo na hora que o acidente ocorreu e que a visibilidade no nível do solo era muito limitada, com nuvens baixas e nevoeiro.”

Fonte: Police Helicopter Pilot/ Reportagem: Darryl Kimball

- Anúncio -

1 COMENTÁRIO

  1. Não entendi o título da matéria. Só pq ele tinha saído de uma manutenção não quer dizer q o acidente foi provocado por isto. O teto tava baixo, estava nevando, provavelmente nenhum dos dois tinha homologação pra voo IFR, o piloto e a acft, e vem dizer q foi falha na manutenção, dá um tempo. Acho q o título deveria ter sido: HELICOPTERO ACIDENTOU-SE, PROVAVELMENTE, POR CAUSA DE MAU TEMPO.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários