Águia 21 socorre caminhoneiro em acidente na rodovia Castelo Branco

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

São Paulo – Um motorista morreu em um engavetamento envolvendo dois caminhões e uma carreta no quilômetro 67 da rodovia Castelo Branco, sentido interior, próximo a Mairinque, na tarde do dia 04/08. Um passageiro – que estava no mesmo caminhão do homem que morreu – ficou gravemente ferido, com múltiplas fraturas, e foi socorrido pelo helicóptero Águia da Polícia Militar de Campinas, interior de São Paulo.

156942_5

O acidente aconteceu por volta das 15h. Segundo o tenente Mário, da Polícia Rodoviária, o primeiro caminhão, de uma transportadora com placas de São Paulo, onde estavam Alessandro Silva Castro e Vicente da Silva Ferreira, colidiu contra a traseira de outro caminhão. Este, por sua vez, foi lançado contra a traseira da carreta (carregada de silicato de sódio, produto químico utilizado para fazer sabão), provocando o engavetamento.

Os ocupantes do segundo caminhão e da carreta não se machucaram, mas Alessandro não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Vicente, gravemente ferido, foi socorrido de helicóptero.

156942_4

Para a ocorrência, foram deslocadas diversas viaturas da Polícia Rodoviária, duas viaturas da concessionária CCR ViaOeste e três unidades do Corpo de Bombeiros (de Sorocaba, São Roque e Itu). Durante cerca de uma hora e quarenta minutos, enquanto os socorristas trabalhavam, as três pistas da rodovia ficaram interditadas, sendo o tráfego desviado para o acostamento, o que causou aproximadamente 10 quilômetros de lentidão.

O motorista da carreta, Gerson Mota, ia de São Paulo para Indaiatuba e acredita que o motorista que morreu no acidente estava em alta velocidade. “Eu estava a quase 70 km por hora, então, ele deveria estar para mais de 110. Também pode ser que ele tenha se desconcentrado por algum motivo”, diz. O tenente Mário, no entanto, declarou que apenas a perícia poderá precisar o que realmente aconteceu. “Ainda não dá para afirmar a real causa do acidente.”

156942_3

A equipe de resgate, durante cerca de 20 minutos, até tentou reanimar a vítima com massagem cardíaca, mas ela não resistiu. (Supervisão: Armando Rucci Filho)

Confira a vídeo:

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul.

Texto e Fotos: Esdras Felipe Pereira.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários