- Anúncio -

Distrito Federal – A projeção nacional alcançada pela saúde do Distrito Federal nas áreas de doação e transplante de órgãos motivou a Polícia Rodoviária Federal (PRF) a convidar a Central Estadual de Transplantes do DF (CET-DF) a participar, em Florianópolis, da quarta edição do CFPapo. O evento é uma conversa informal promovida com especialistas sobre esse tema.

A ação é voltada à orientação de alunos do Curso de Formação Profissional da PRF. O bate-papo foi realizado no hangar da Universidade Corporativa da Polícia Rodoviária Federal (UNIPRF).

Alunos da PRF são orientados pela Central de Transplantes do DF sobre doação de órgãos. Foto: Secretaria de Saúde / Agência Brasília.

“Fomos convidados devido ao trabalho que fizemos no Setembro Verde, mês de atividades para incentivar e conscientizar as pessoas sobre a doação de órgãos. A repercussão do nosso trabalho, com palestras e talk shows, fez com que a diretoria nacional da PRF nos convidasse. Isso é o DF se colocando à frente e se projetando sobre o assunto”, afirmou o chefe do Núcleo de Distribuição de Órgãos da CET-DF, Alexandre Galante, um dos palestrantes do evento.

O bate-papo, transmitido para mais de 30 mil seguidores da rede social da PRF, contou com histórias de pacientes que precisavam de transplantes, e sobre a missão que é a captação e o transplante de órgãos.

“A conversa serviu para orientar profissionais em formação do papel deles no transporte de órgãos, que é fundamental. Foi importante para ajudar a desenvolver uma consciência maior do apoio da PRF nesse tipo de ação”, ressaltou Alexandre.

A Polícia Rodoviária Federal contribui com apoio nas escoltas e transportes de órgãos, realizados por veículos e equipes de operações aéreas.

Alunos da PRF são orientados pela Central de Transplantes do DF sobre doação de órgãos. Foto: Secretaria de Saúde / Agência Brasília.
- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comentários

comentários