Antenas de telefonia oferecem risco para helicóptero da polícia

Bahia – A falta de sinalização em antenas de telefonia é um risco à segurança de voos baixos em Feira de Santana, principalmente de helicópteros. Segundo o capitão Uildinei, comandante de aeronave e membro da coordenação de planejamento operacional do Graer (Grupamento Aéreo da PM), o problema ocorre especialmente no centro da cidade, onde pelo menos 40% das antenas visualizadas pelos policiais em voo não têm sinalização, trazendo riscos para a tripulação da nave.

Os voos foram feitos durante a Micareta, quando há um patrulhamento aéreo. “Já fazemos este trabalho há quatro anos na cidade e relatamos isso tanto ao batalhão da PM como também às autoridades, da necessidade de se fiscalizar a sinalização destas antenas. A cidade é cheia delas e isso dificulta voarmos baixo para melhorar nossa visão de voo para apoiar o patrulhamento em terra”, afirma o piloto, que tem 10 anos de experiência e está há 22 anos na Polícia Militar.

???????????????????????????????

De acordo com o capitão Uildinei, o equipamento utilizado neste trabalho é do modelo AS 350 B2, conhecido como “Esquilo”, que pesa duas toneladas e mede 13 metros de cumprimento, necessitando de um raio de pouso de 20 metros.

A dificuldade em encontrar local para pouso seguro é outro problema. Há necessidade muitas vezes de estabelecer previamente um local mais afastado da festa, como no caso deste ano, em que o helicóptero ficou no pátio do primeiro batalhão da PM em Feira.

Este tipo de equipamento segundo o capitão, tem importante participação no patrulhamento e na segurança em outras ações da polícia. “É uma plataforma de observação que nos dá mobilidade e rapidez, dando condições a equipes em terra de realizar abordagens em locais de risco e com acessibilidade difícil. O helicóptero consegue levar 2 pilotos e 2 policiais com equipamentos auxiliares que identificam e captam imagens pelo calor. Quando precisamos procurar um criminoso ou até mesmo armas que foram utilizadas há pouco tempo e ainda guardam calor, o equipamento consegue localizar”, comenta.

A Tribuna Feirense procurou a prefeitura em busca de informações sobre a fiscalização das antenas. O secretário de Meio Ambiente, Roberto Tourinho, informou que apenas tem responsabilidade em dar a autorização ambiental para a instalação destes equipamentos, e que a cobrança para a sinalização delas deveria partir da secretaria de Desenvolvimento Urbano. Por sua vez, o secretário de Desenvolvimento Urbano, José Pinheiro, afirmou que não se trata de uma obrigação da sua pasta, mas sim do Meio Ambiente.

Fonte: Tribuna Feirense.

1 COMENTÁRIO

  1. O GRAER BA tem sido referência em prevenção de acidentes, sempre sinalizando as falhas e erros .Que cada segmento cumpram seu dever mantendo a aviação mais segura.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

quatro × cinco =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários