- Anúncio -

Minas Gerais – Cerca de quatorze horas foram necessárias para que o Corpo de Bombeiros conseguisse resgatar uma escaladora de 31 anos que caiu em uma ravina na Serra do Cipó, na região Central de Minas Gerais.

O acidente aconteceu na tarde de sábado (9) na cachoeira Rio das Pedras, mas a operação só terminou na madrugada de domingo (10) quando os bombeiros militares conseguiram embarcar a mulher no helicóptero Arcanjo 04 para que ela pudesse ser levada até o Hospital de Pronto Socorro (HPS) João XXIII, em Belo Horizonte.

Na queda, a mulher sofreu lesões na cabeça (TCE), além de fraturas na clavícula. O local era de difícil acesso e para chegar até a vítima, os bombeiros tiveram que vencer obstáculos em solo até alcançar a base da cachoeira.

Com o pôr do sol e a escuridão no local, além do frio, todo o sistema montado para retirá-la do local foi encerrado por volta das 4 da manhã. Durante o resgate, os bombeiros mantiveram a vítima aquecida para evitar um quadro de hipotermia. Após a retirada, a equipe médica do Arcanjo prestou atendimento ainda no local e acompanhou a vítima até o hospital.

Na pagina do Batalhão de Operações Aéreas (BOA), bombeiros alertaram quanto aos riscos das atividades de esportes radicais. “É sempre importante avisar parentes sobre o local onde está, os horários previstos para saída e chegada, além de levar instrumentos de comunicação. Atualmente os celulares possuem antenas GPS e é possível inclusive informar com exatidão o local em caso de acidente.”

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários