TSB do Canadá recomenda uso de capacetes de voo para pilotos de helicóptero

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

O Transportation Safety Board (TSB), órgão de investigação de acidentes aeronáuticos do Canadá, reiterou o seu apelo para que pilotos de helicóptero usem capacetes de segurança, citando como alerta o resultado da investigação da queda  de um Bell 212 em uma missão de combate a incêndios, em 20/05/11.

soldier-2667656_1920

A morte do piloto foi resultado de ferimentos na cabeça que ele recebeu na queda e impacto da aeronave na água concluiu o TSB em seu relatório final sobre o acidente.

Investigadores de acidentes encontraram o capacete do piloto dentro de sua bolsa no interior da cabine do helicóptero, observando que o operador não exigia a obrigatoriedade que os seus pilotos usassem capacetes e que não há regulamentos com tal exigência de capacetes de proteção.

O relatório cita uma pesquisa que constatou que o risco de ferimentos fatais na cabeça em um acidente é quase seis vezes maior para pilotos e ocupantes de helicóptero sem capacete em relação aos que usam capacetes.

“A falta de regulamentações ou políticas que obriguem pilotos de helicóptero a usar capacetes, coloca-os em um maior risco de incapacidade devido a ferimentos na cabeça após uma queda ou um acidente”, conclui o relatório.

O TSB observou que a Transport Canadá também recomenda o uso de capacetes por pilotos comerciais de helicópteros, bem como os pilotos alunos de helicóptero, e recomendou que os operadores de helicópteros incentivem seus pilotos a usar capacetes.

Fonte: Aero Safety World Magazine ABR/12 / Tradução: Alex Mena Barreto

- Anúncio -

9 COMENTÁRIOS

  1. Sou um grande incentivador do uso do capacete, embora a dificuldade na quebra de paradigmas e a mudança cultural nas unidades aéreas, gerando resistências ao uso do EPI, prejudicam esta imposição nos grupamentos. Inicialmente achei muito desconfortável, assim como o uso de luvas de voo, mas com o uso torna-se parte do macacão de voo e se acostuma. Vamos padronizar isso no Brasil, pois temos exemplos negativos aqui mesmo no país, que levaram à óbito ou mesmo inatividade, por negligência no uso de EPI ( macacão, caçacetes, luvas e botas de voo ). Esta matéria pode ajudar a convencer às autoridades para a compra dos equipamentos necessários para prover a segurança das tripulações em voo.

    Bom domingo a todos

    TC Gonçalves
    BAVOp-PMDF

  2. AQUELES QUE NÃO QUEREM MUDANÇAS EM PROL DE SEGURANÇA, DEUS OS AJUDE A NÃO EXPERIMENTAREM A DOR, OU A MORTE!

    SEGURANÇA NUNCA É DEMAIS.
    BONS VOOS!

  3. Ótima matéria. Que sejam adotadas medidas pra que TODOS os que trabalham na aviação de segurança pública em geral, tenham este importante EPI à disposição também!

    Álvaro Trip.Op.
    BRPAe – ARA.

  4. Era costume na aquisição de aeronaves para os grupamentos a preocupação junto com o objeto de compra acrescentar farol de busca, câmera de margeador térmico, megafone, etc… Tudo bem, sem esses equipamentos de auxílio o patrulhamento aéreo fica deficiente. Porém, se eventualmente o voo entra para o estado de emergência com certeza esses equipamentos serão inúteis para preservar a integridade dos tripulantes na hora do pouso forçado se os mesmos não estiverem equipados com o essencial (capacete de voo, macacão anti-chamas , botas e luvas anti-chamas. Com isso, lembre de colocar na planinha de orçamento a aquisição desses equipamentos a todos que eventualmente ou corriqueiramente embarcarem nas aeronaves do seu grupamento.

  5. É IMPORTANTE RESSALTAR QUE O CAPACETE É UM EPI – EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL. POR ISSO, APESAR DE CARO, É IMPORTANTISSIMO QUE CADA INTEGRANTE DA TRIPULAÇÃO POSSUA O SEU, DA MESMA FORMA QUE O MACACÃO E A LUVA DE VOO.

    ME LEMBRO COMO SE FOSSE HOJE, DE UMA INSTRUÇÃO NO CENIPA A QUAL TRAZIA EM SEU SLIDE:

    “SE VC ACHA QUE PREVENÇÃO CUSTA CARO, EXPERIMENTE UM ACIDENTE”

    FICA AI O CHAMAMENTO.

  6. Excelente matéria.
    Precisamos realmente mudar a mentalidade com relação à Segurança Operacional e implementar as mudanças que todos sabem ser necessárias, mas ainda poucos querem de fato comprar a briga.

  7. Alguns anos atrás tive um acidente de helicóptero em que não sofri danos maiores e nem meus colegas à bordo por estarmos todos com capacetes!!
    Recomendo sempre o uso do mesmo!! E com a jugular bem presa!
    Abçs!
    Luis Martins – Insp. Mnt.

  8. AO QUE NOS PARECE, O MAIS IMPORTANTE NÃO SE RESUME INICIALMENTE À SEGURANÇA DOS OPERADORES COMO UM TODO, POIS INICIALMENTE VEMOS QUE PILOTOS SEMPRE RECEBEM O “KIT EPI” (CAPACETE, LUVA, MACACÃO, JAQUETA), AO PASSO QUE OS DEMAIS OPERADORES (TRIPULANTES E MECÂNICOS) NÃO SÃO AGRACIADOS COM O TOTAL DESTE”KIT EPI”.
    TRIPULANTES OPERACIONAIS RECEBEM INICIALMENTE O MACACÃO DE VOO, DEPOIS O CAPACETE, E SÓ!
    VEMOS QUE MUITOS ATÉ HOJE SEQUER A LUVA DE VOO RECEBERAM; JAQUETA DE VOO ENTÃO NEM SE FALA!
    ENTRA INVERNO, SAI INVERNO E NADA DE RECEBEREM!!
    OUTROS QUE RECEBERAM LUVA DE VOO, COM AO MENOS UNS 5 OU 6 ANOS ATRÁS, SE DESEJARAM REPOR A QUE ACABOU DE TANTO USO, TIVERAM QUE COMPRAR IMPORTANDO.
    PASSOU DA HORA DE TODOS QUE FAZEM O VOO, PILOTOS, TRIPULANTES OPERACIONAIS OU MECÂNICOS SEREM TRATADOS DE MANEIRA ÍMPAR QUANDO SE TRATA DE SEGURANÇA INDIVIDUAL.

    COM CERTEZA VAI SAIR MAIS CARO CUIDAR DE UM ACIDENTADO, DE UM MORTO, UM INVÁLIDO, DO QUE INVESTIR EM SEGURANÇA, ALÉM DO QUE REALIZAR INVESTIMENTOS EM EQUIPAMENTOS ULTRAPASSADOS E CAROS QUE NADA ACRESCENTAM AO RESULTADO FINAL!

    BONS VOOS.

  9. De fato seria um grande avanço para a aviação, o uso de capacetes de voo por todos os tripulantes a bordo de helicópteros, Porém, somos sabedores de que, principalmente na aviação VIP, os pilotos enfrentarão grandes dificuldades para aquisição de tais equipamentos, uma vez que são caros e considerados desnecessários por parte dos proprietários das aeronaves. Seria, quem sabe, o caso de os próprios pilotos pensarem em adiquirir seus EPI’s, porém, ainda estamos longe deste nível de pensamento e desprendimento em detrimento da Segurança Operacional.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários