CBM/MG: Há 3 anos voando para salvar

FARLEY ROCHA SOARES

No dia 20 de novembro de 2009 o Batalhão de Operações Aéreas (BOA) do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) completou três anos de sua criação. Uma solenidade comemorativa aconteceu no Hangar da unidade situado no Aeroporto da Pampulha e  reuniu cerca de 90 autoridades entre civis e militares, que assistiram à apresentação da banda musical Bombeiro Instrumental Orquestra Show (BIOS) e do Coral Mirim, formado por crianças do projeto Bombeiro Mirim, do município de Confins. Também foram homenageados na ocasião 20 colaboradores que contribuíram com serviços relevantes para a corporação.

aracanjo
Esquadrilha Arcanjo do BOA/MG. Foto: Roberto Caiafa

Criado para atuar como resposta operacional diferenciada, o BOA registra hoje mais de 1700 horas de voo e um número superior a 1500 operações realizadas, somando cerca de 350 vítimas transportadas. Batizadas com o codinome ARCANJO, as aeronaves da esquadrilha se firmam cada vez mais no cenário da aviação de defesa civil. Elas apoiam as equipes terrestres nos diversos atendimentos às ocorrências de salvamento, combate a incêndios florestais, atendimento pré-hospitalar, vistorias ambientais, transporte de órgãos para transplantes, dentre outros.

boabambi1
Voo de combate à incêndios florestais

boabambi
Operação com o equipemanto bambi bucket para combate em incêndios florestais

Para que sejam aplicadas as melhores técnicas durante os diversos atendimentos de ocorrências, os militares passam por constantes treinamentos sobre aviação e atividade de Bombeiro Militar. Através de suas realizações, o BOA vem contribuindo para projetar uma imagem positiva do CBMMG em todo país. Com isso, espera-se que o futuro da aviação do CBMMG seja promissor, já que as aeronaves permitem alcançar os mais longínquos rincões do Estado das Alterosas em no máximo 2 horas de voo. Atualmente o Batalhão possui 02 helicópteros AS 350 B/2 VEMD e um avião Cessna 210L Centurion II. O efetivo que compõem a unidade é de 35 militares sob o comando do Ten Cel BM Cléberson Pereira Santos.

boa1
Hangar do BOA/MG com suas aeronaves e equipamentos. Foto: Roberto Caiafa

De acordo com o comandante do Batalhão, Tenente Coronel Cleberson Pereira Santos, a maioria dos acionamentos são para socorro a acidentes automobilísticos. “Nesses casos, são vítimas com lesões graves e o socorro rápido ajuda a diminuir seqüelas, dando maior chance de sobrevivência”, afirma.

arcanjo2
O Batalhão de Operações Aéreas do CBM/MG. Fotos: Marcos Junglas e Roberto Caiafa

O lema da corporação, Voando para salvar, foi vivenciado pela comissária de bordo Patrícia Faria. Em junho deste ano, ela se envolveu em grave acidente de carro na MG – 010. Patrícia destaca que o socorro rápido, cerca de 20 minutos entre o acionamento e a chegada ao hospital, foi determinante para sua sobrevivência. “Tive traumatismo craniano e só não fiquei com lesões mais complicadas graças ao atendimento”, conta Patrícia, já recuperada e prestes a voltar às suas atividades profissionais.


Fonte: O Autor é Capitão do CBMMG e Comandante de Aeronave no Btl Op Aer. Atualmente é o Subcomandante da Unidade

Fonte : Imprensa Oficial de Minas Gerais

Fotos: Roberto Caiafa (www.caiafa.blogspot.com) e Marcos Juglas


4 COMENTÁRIOS

  1. Congratulo o BOA de Minas Gerais, pelos três anos de conquistas, trabalho e profissionalismo. Um exemplo a ser seguido pelos demais Corpos de Bombeiros Militares, notoriamente aqueles que são escanteados quando da existência de Centro ou Coordenadorias integradas – pura fachada: só serve como extensão da estrutura das PPMM.

    Tenente Coronel BM Paulo Rogério de Andrade Lima. (CBMRN)

  2. quero parabenisar todos do corpo de bombeiros de minas garais pelo trab quer vc fazem o boa foi a ,melhor coisa quer tem em mg!!!!!parab pelo trab de vc,, vc sao os caras valeu !!!!!!!!!!!!!!

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

dezessete + quatro =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.
Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.

Comentários

comentários