CIOPAer/AC resgata índia da etnia Xananawa em Feijó/AC

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Acre – Em 10/07/12, a Aeronave Harpia 01 (Helicóptero João Donato) foi acionada pelo Samu para um resgate de emergência da índia Ana Put Xananawa de 17 anos, necessitando de urgente atendimento médico na aldeia Bananeira, distante 390 km de Rio Branco e 250 km do Município de Feijó/AC. Em condições ”anormais” a jovem enferma passaria seis dias viajando de barco até a sede daquele município.

Por se tratar de uma emergência a aeronave decolou de Rio Branco as 07H30, que no trajeto deparou-se com denso nevoeiro. A tripulação teve que proceder duas operações de aterrissagem e aguardar melhores condições de visibilidade.

Já na aldeia, outra situação não menos de risco provou a perícia dos nossos pilotos. O local ideal de pouso estava muito próximo das casas e a força do vento da hélice do aparelho poderia destruí-las já que todos os casebres são construídos e cobertos de palha. Restou um espaço íngreme entre a mata e o barranco do rio. “Foram pouco mais de 5 horas de vôo, quase 800 km percorridos sobre a selva para salvar uma vida!” Afirmou o comandante da missão major Negreiros.

Apesar de todas as adversidades a jovem índia foi desembarcada no pátio do 7º Batalhão de Engenharia e Construção, onde já estavam médicos e pessoal de apoio do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU).

O Centro Integrado de Operações Policiais Aéreas (CIOPAER/AC) é formado por policiais civis, militares e bombeiros militares. Vem atuando ha 03 anos em operações de Segurança Pública do Governo do Estado do Acre. Atualmente conta com um quadro de 25 servidores. Para as ações de resgate e socorro aéreo médico recebe apoio de profissionais do SAMU.

A tripulação foi composta por major Negreiros, major Cleyton, soldado BM Rafael, enfermeira Solange e o sargento Adálio, em apoio de Solo.

Fonte: SESP/AC

- Anúncio -

3 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns, aos companheiros do CIOPAER do Acre, por essa ação de resgate, um grande abraço ao meus amigos Maj Negreiros e Albuquerque e PC Arlen.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários