- Anúncio -

Tocantins – Foi realizado nos dias 10 e 20 de setembro o curso Urgência Emergência, Atendimento Pré-Hospitar – APH e Transporte Aeromédico em Gurupi, Tocantins. A capacitação de 25 horas-aula foi organizada pela Atlética Enfúria, do curso de Enfermagem da Universidade de Gurupi (UnirG), em parceria com Centro Integrado de Operações Aéreas do Estado do Tocantins (CIOPAer), de Palmas (TO).

Participaram do curso estudantes e profissionais convidados do Hospital Regional de Gurupi e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). A capacitação abordou procedimentos de evacuação de emergência, fisiologia e segurança de voo, gerenciamento de cabine, procedimentos de segurança de aeronaves, equipamentos e procedimentos aeromédicos, entre outros assuntos.

O Secretário Municipal de Saúde de Gurupi, Gutierrez Torquato, também participou da solenidade e destacou “o crescimento da maturidade das discussões envolvendo a melhoria da qualidade dos serviços de saúde oferecidos na região da Ilha do Bananal, quando há iniciativas como essa que envolvem parcerias entre o Governo do Estado, Município e a Universidade”.

A coordenadora do curso de Enfermagem, Ma. Denise Alcântara, ressaltou a relevância dessa iniciativa, que proporciona aos profissionais do HRG e SAMU, muitos deles egressos da UnirG, a formação em uma área tão importante, que é o resgate aeromédico.

Segundo o Diretor de Comunicação e Marketing da Atlética Enfúria, o acadêmico do 6º período de Enfermagem, Matheus Henrique da Silva Nogueira, o interesse dos estudantes pelo resgate aeromédico os motivou a organizar uma formação sobre o tema em Gurupi. “Participamos de um curso como esse em Porto Nacional, e tivemos a ideia de trazer a capacitação para nossa cidade. Como temos a perspectiva de que uma base seja montada aqui futuramente, é bom que os profissionais e os futuros profissionais da saúde tenham conhecimento na área”, disse.

O enfermeiro do HRG, Silvan Rodrigues, concluiu a graduação na UnirG em 2009. Pela primeira vez está participando de uma formação em resgate aeromédico. “É uma excelente oportunidade de obter mais conhecimentos e contribuir com a melhoria dos serviços ofertados à sociedade. O transporte aeromédico é fundamental quando há necessidade de deslocamento ágil e seguro”, ressaltou.

De acordo com o Major do CIOPAER, Dannys Gomes Dallas, uma das frentes de atuação é o suporte aeromédico, com apoio a unidades de saúde, especialmente o SAMU e hospitais para remoção ou resgate em situações críticas. “Nosso objetivo é multiplicar esse trabalho, para que outros profissionais tenham interesse e estejam qualificados para atuar nesse tipo de atendimento”, pontuou.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários