Dez UH-60 Black Hawk serão convertidos para combate a incêndio na Austrália

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Austrália – A Sikorsky e duas empresas australianas assinaram um contrato para converter 10 helicópteros Sikorsky UH-60 Black Hawk para realizar missões de combate a incêndio e atendimento a desastres na Austrália e Nova Zelândia.

A StarFlight Australia em breve estará operando 10 Black Hawks em operações aéreas de combate a incêndios e catástrofes. (Departamento de Defesa dos EUA)
A StarFlight Australia em breve estará operando 10 Black Hawks em operações aéreas de combate a incêndios e catástrofes. (Departamento de Defesa dos EUA)

O acordo está estimado em A$63 milhões de dólares australianos (cerca de R$ 158 milhões de Reais), e inclui a opção de mais dez aeronaves, segundo comunicado da Lockheed Martin Sikorsky.

“Esta é uma mudança de jogo para a aviação na Austrália. A compra dos Black Hawks representa um marco significativo para o setor de helicópteros de combate a incêndios e catástrofes na Austrália,” disse John Skeen , diretor executivo da Kaan Air Australia e da StarFlight Austrália.

“Os helicópteros estão sendo comprados por uma empresa australiana, serão registrados na Austrália e, o mais importante, serão totalmente mantidos na Austrália pela helicopter OEM Sikorsky com o compromisso na cadeia de suprimentos, ajudando a impulsionar empregos locais na área e garantindo o suporte para frota de Black Hawk “, complementou.

StarFlight e Kaan Air Australia CEO, John Skeen; Gerente geral da Sikorsky Austrália, Andrew Rushbrook; Presidente da KAAN Air Australia, Ferda Yildiz; Lockheed Martin Rotary e Mission Systems Austrália diretor, Neale Prescott; E, Rob Borbidge, presidente da LifeFlight, Austrália.
StarFlight e Kaan Air Australia CEO, John Skeen; Gerente geral da Sikorsky Austrália, Andrew Rushbrook; Presidente da KAAN Air Australia, Ferda Yildiz; Lockheed Martin Rotary e Mission Systems Austrália diretor, Neale Prescott; e Rob Borbidge, presidente da LifeFlight, Austrália.

Os dois parceiros da Sikorsky no acordo são o operador de helicóptero e distribuidor Kaan Air e a StarFlight Austrália, que operará os helicópteros. A StarFlight é uma joint venture entre Kaan e LifeFlight Austrália.

Dez aeronaves Black Hawks antigas, pertencentes ao exército dos Estados Unidos, serão adquiridas e enviadas para a Austrália no início de 2018, onde serão “retrofitadas” e configuradas para missão de combate a incêndios.

O trabalho de retrorfit está previsto para durar cerca de três meses por aeronave e inclui novos motores da General Electric T700, uma nova caixa de transmissão, instalação de um Sistema de Alerta de Terreno (TAWS) e uma revisão geral.

Sikorsky irá efetuar o retrofit e a manutenção das aeronaves na cidade de Brisbane, na Austrália.

Como o Black Hawk da StarFlight ficará em operação. (StarFlight Austrália)
Como o Black Hawk da StarFlight ficará em operação. (StarFlight Austrália)

Fonte: Lockheed Martin.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários