DRF Luftrettung completa mais de 37.800 Missões de Resgate Aéreo em 2014

Em 2014, a empresa europeia de ambulância aérea DRF Luftrettung realizou um total de 37.811 missões de suas 30 bases fornecedoras de serviços de emergência médica na Alemanha e na Áustria, incluindo repatriamentos mundiais com sua aeronave ambulância.

Só na Alemanha, a DRF Luftrettung voou um total de 35.368 missões de emergência médica. Além de ataques cardíacos, derrames e acidentes foram os motivos de alerta mais frequentes. Quatorze porcento das missões de helicóptero de emergência foram relacionadas exclusivamente com acidentes de carro. Além dos alertas para resgate de emergência, 23 porcento das missões em toda a Alemanha envolveram o transporte entre clínicas de pacientes em cuidado intensivo, por ex. pacientes com síndrome de angústia respiratória ou pacientes sofrendo de doenças cardiovasculares mais específicas.

ec-135-im-flug-ansicht-rechts-1-quelle-drf-luftrettung

Nas suas duas bases fornecedoras de serviços de emergência médica na Áustria, a ARA Flugrettung, que pertence à DRF Luftrettung, realizou 1.700 missões. As operações em áreas montanhosas foram frequentes, principalmente durante as estações turísticas, no verão e inverno. Os helicópteros, baseados em Tyrol e Carinthia, possuem um guincho de cabo, que é essencial para as operações de resgate em terrenos alpinos.

Quanto aos voos de ambulância aérea pelo mundo, a DRF Luftrettung, juntamente com a Ambulância Aérea de Luxemburgo (LAA), repatriou 743 pacientes feridos ou seriamente doentes (2014:677) aos seus países de origem sob o nome de EAA (Ambulância Aérea Europeia). A DRF Luftrettung resignou-se da EAA no fim de 2014.

A EAA foi fundada através da junção da DRF Luftrettung e da LAA em 2008 para oferecer repatriamentos médicos para seguradoras no mercado internacional. A partir de janeiro deste ano, a DRF Luftrettung começou a conduzir voos de ambulância área somente para os seus membros patrocinadores.

A DRF Luftrettung logo colocará oficialmente o seu primeiro helicóptero EC 145 T2 em serviço na sua base de serviços de emergência médica em Munique. Isto representa um marco na modernização da frota da DRF Luftrettung, já que este tipo de helicóptero será entregue este ano também às novas bases de emergência médica na Bavária.

O EC 145 T2 é bastante apropriado para as missões de resgate aéreo devido à sua capacidade de desempenho e ao seu rotor de cauda envolto Fenestron. Principalmente nas missões de resgate noturnas, o rotor de cauda envolto oferece uma medida a mais de segurança.

O DRF Luftrettung foi o primeiro operador do mundo a receber o EC 145 T2 no ano passado. O equipamento médico e técnico foi instalado no centro de manutenção de aeronaves da DRF Luftrettung, no Aeroporto Karlsruhe/Baden-Baden.

As empresas Bucher Leichtbau AG, ADAC Luftrettung e DRF Luftrettung criaram um conceito inovador de compartimento de interior para helicópteros do tipo EC 145 T2.

Este novo conceito de interior médico foi utilizado pela primeira vez e apresenta vantagens para a segurança e os cuidados aos pacientes no helicóptero. Foi desenvolvido para auxiliar serviços de helicópteros de emergência médica no mundo todo e está sendo oferecido também a clientes internacionais.

Fonte: Rotor & Wing

 

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

1 × cinco =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários