- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Pernambuco – Na quinta-feira (01), o Primeiro Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (1º/8º GAV) – Esquadrão Falcão, sediado na Ala 10, em Parnamirim (RN), resgatou um tripulante filipino de 42 anos que caiu de uma altura de oito metros no porão de cargas do navio MV Kiran África.

A equipe SAR da aeronave H-36 Caracal foi acionada pelo Centro de Coordenação de Salvamento Aéreo (SALVAERO) de Recife para realizar o resgate. O navio, originário do País de Malta, havia saído da Argentina, com destino ao Marrocos e foi localizado a aproximadamente 30 quilômetros da costa brasileira, próximo ao Porto de Suape, na cidade do Recife (PE).

O helicóptero manteve o voo pairado enquanto os homens de resgate SAR desceram até o convés, imobilizaram o tripulante do navio e o içaram. O paciente foi levado até a Base Aérea de Recife (BARN), onde foi transferido de ambulância para um hospital da capital pernambucana. O estado de saúde do filipino foi considerado estável. Toda a operação teve duração de três horas e meia de voo.

De acordo com um dos homens de resgate do FAB 8512, Tenente Aviador Johnata Tavares Soares, o primeiro militar a descer até o convés do navio, os treinamentos que realizou foram fundamentais para a missão.

“Enquanto era içado em meio ao mar imenso com a vítima na maca, me veio à cabeça cada dificuldade que tive que enfrentar para estar ali, desde a minha formação na Escola de Especialistas de Aeronáutica e na Academia da Força Aérea até os desafios no Curso SAR. O sentimento já dentro da aeronave é que cada gota da suor, cada percalço valeu a pena. Já tinha tido essa oportunidade como piloto, mas como H-SAR essa sensação é ainda mais intensa”, relatou.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários