Fogo ameaçou casas em Bauru/SP e mobilizou Bombeiros e o Águia

Bauru, que há dias vem enfrentando uma série de incêndios, ontem (10/03/2010) registrou um, de proporções ainda maiores. Desta vez, o fogo destruiu cerca de três dos cinco alqueires de pasto nas imediações da Vila Nova Esperança e colocou em risco casas das proximidades. Sete famílias acompanharam o trabalho dos bombeiros ansiosas, com medo de que as chamas chegassem às suas residências.

Helicóptero Águia, da PM, ajudou a acabar com o incêndio. Foto: Cristiano Zanardi/Agência BOM DIA

Somente após três horas é que o fogo foi debelado pelos bombeiros, que precisaram da ajuda do helicóptero Águia da Polícia Militar. Com o equipamento “bambi bucket”, a aeronave despejou três mil litros de água sobre as chamas. O combate ao incêndio ainda teve ajuda de caminhões-pipa do Departamento de Água e Esgoto (DAE) e da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semma). A Defesa Civil e CPFL Paulista também estiveram no local.

Bombeiros tentam combater incêndio na Nova Esperança. Foto: Cristiano Zanardi/Agência BOM DIA

Era por volta das 11h30 quando os moradores da travessa Laguna avistaram os primeiros focos de fogo no pasto. Os bombeiros chegaram ao local às 13h30 e só conseguiram debelar completamente as chamas, que atingiram dois metros de altura, por volta das 16h. Foram necessários cerca de 16 mil litros de água para conter o fogo.

Fogo colocou em risco as casas de sete famílias. Foto: Cristiano Zanardi/Agência BOM DIA

A causa do incêndio não estava esclarecida, mas um morador de uma das casas ameaçadas pelas chamas, Alvacyr Rodrigues Nascimento, acredita que tenha sido uma faísca do lixo queimado a poucos metros do local, já no Núcleo Bauru 16. O catador de reciclável Albano da Silva Silveira, morador da travessa Laguna há 36 anos, reclama que os focos de incêndio são comuns nesta época do ano naquela área porque a vizinhança queima o lixo – a coleta só vai até a quadra 21 da avenida Pinheiro Machado.

Foram necessários 16 mil litros de água para conter as chamas. Foto: Cristiano Zanardi/Agência BOM DIA

“Já ligamos na prefeitura várias vezes reivindicando a coleta de lixo para nossa vizinhança, mas até hoje nada foi feito. As pessoas acabam queimando o lixo porque não têm como se desfazer dele”.

Vento favorável contribuiu para que o fogo se espalhasse. Foto: Cristiano Zanardi/Agência BOM DIA

Chamas destruíram aproximadamente cinco alqueires. Foto: Cristiano Zanardi/Agência BOM DIA


Fonte: Jornal da Cidade

Fonte: Rede Bom Dia Bauru

Fotos: Cristiano Zanardi/Agência BOM DIA


Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

quatro × 1 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários