- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Portugal – A Força Aérea transportou entre os dias 3 e 9 de agosto, 19 pacientes que precisavam de atendimento médico de urgência. Foram realizados 16 transportes aeromédicos, sendo oito nos Açores, quatro na Madeira, dois dos Açores para o Continente e dois no Continente.

Além destas missões, a Força Aérea esteve também empenhada em 14 missões de vigilância aérea no âmbito do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) e realizou ainda um resgate em montanha de uma mulher de 30 anos, de nacionalidade espanhola, após sofrer queda de 10 metros no rio Poio, em Ribeira de Pena (Vila Real).

Nestas missões estiveram envolvidas as Esquadras 502 – “Elefantes”, 504 – “Linces”, 552 – “Zangões”, 601 – “Lobos” e 751 – “Pumas”. Além disso, A Força Aérea recebeu seus novos Sistemas de Aeronaves Não Tripuladas (UAS), no Aeródromo da Lousã, adquiridos para complementar o dispositivo aéreo do DECIR.

Os sistemas foram adquiridos conforme Resolução de Conselho de Ministros N.º 38-A/2020, publicada a 18 de maio de 2020. Saiba mais sobre esta nova capacidade de vigilância aérea (UAS Classe 1 DECIR2020).

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários