- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Santa Catarina – A Secretaria da Saúde, o Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros Militar e o Grupo de Resposta Aérea de Urgência (GRAU/SAMU) deram início neste domingo (07), a uma operação especial para realizar a transferência de pacientes da região Oeste para outras unidades hospitalares de Santa Catarina.

Na tarde de domingo, um paciente foi transferido no avião Arcanjo 2, de Chapecó para o Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí. O paciente, que passou por complicações devido ao coronavírus, necessitou de transferência hospitalar. A aeronave percorreu 794 quilômetros, em um total aproximado de 2,5 horas de voo.

De acordo com o Superintendente de Serviços Especializados e Regulação, Ramon Tártari, existem vagas disponíveis em diversas regiões do Estado, mas Oeste e Meio Oeste estão enfrentando problemas com a falta de vagas para UTIs Covid Adulto. “O nosso cenário global aponta ocupação de 75% em Santa Catarina, mas essas localidades estão com taxas elevadas e em alguns casos, com ocupação máxima”, disse.

“Iniciamos essa operação que visa a busca de vagas em outras regiões e o uso do serviço aeromédico para maior agilidade nas transferências inter-hospitalares”, complementou. A aeronave permanecerá à disposição nos próximos dias para atender o serviço de regulação e transferir os pacientes.

Desde o início da pandemia, o Governo do Estado ampliou 75 leitos de terapia intensiva para a região Oeste Catarinense. Para o enfrentamento da pandemia, o Governo de SC já distribuiu mais de 700 respiradores e monitores, além de insumos suficientes para o aumento em 160% da rede de UTI adulto nas unidades hospitalares catarinenses.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários