Governo do Espírito Santo adquire helicóptero exclusivo para socorro médico

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Já está no Espírito Santo o helicóptero que será usado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) 192 em operações exclusivas de resgate médico. O Governo do Estado investiu R$ 14,5 milhões na compra da aeronave modelo ASA350 B3e, conhecida como “Esquilo”, para atuar no socorro a pacientes graves e no transporte de órgãos para transplantes.

SESA - Helicóptero exclusivo para SAMU 192 - Foto Thiago Guimarães 151214 02

Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta segunda-feira (15) para anunciar a entrega do helicóptero à população capixaba, o governador Renato Casagrande ressaltou o esforço da administração estadual para fortalecer o Samu 192. “O investimento no Serviço Móvel de Urgência é 25% do governo federal e 75% do governo estadual. Com a compra deste helicóptero, o Espírito Santo torna-se um dos poucos estados brasileiros a contar com uma aeronave exclusiva para atender a Saúde”, frisou.

A aquisição qualifica ainda mais o atendimento de urgência e emergência prestado pelo Samu 192, uma vez que o helicóptero comprado é um modelo apropriado para socorro aeromédico – com mais espaço para abrigar a equipe médica e paciente. A aeronave dispõe de equipamentos de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aérea, como desfibrilador com monitor cardíaco, respirador, bomba de infusão para controle de medicamento endovenoso, aspirador de secreção, oxímetro de pulso, cilindro de oxigênio e material de imobilização, entre outros.

SESA - Helicóptero exclusivo para SAMU 192 - Foto Thiago Guimarães 151214 01

Além disso, conta com equipamentos multimissão, como guincho de salvamento com braço que permite o içamento ou arriamento de paciente deitado em maca de resgate. Esse tipo de estrutura é uma novidade e importante para operações em locais como montanhas e reservas florestais.

“A compra desta aeronave vem coroar o projeto do Governo do Estado de implementar e expandir o serviço de urgência e emergência, visando propiciar ao cidadão capixaba um atendimento de qualidade. O resgate por helicóptero vai agilizar o atendimento dando um tempo de resposta ainda melhor”, comenta o secretário de Estado da Saúde, Tadeu Marino.

Até então, ações de resgate desse tipo para socorro de pacientes em situações de extremo risco – por causa das condições de transporte ou em áreas de difícil acesso – contavam com apoio das aeronaves do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo (Notaer) da Polícia Militar, numa parceria com a Secretaria da Casa Militar.

SESA - Helicóptero exclusivo para SAMU 192 - Foto Thiago Guimarães 151214 04

Sobrevivência

As operações de resgate aeromédico já se mostraram de extrema importância para a sobrevivência de pacientes, principalmente vítimas de acidentes ou com quadro clínico gravíssimo, em que o tempo do socorro representa salvar vidas e reduzir sequelas. Nos últimos quatro anos, foram realizados no Espírito Santo 179 atendimentos médicos com helicóptero, entre socorro a pacientes e transporte de órgãos para transplante. A partir de agora, o serviço será ainda mais otimizado e outros socorros ocorrerão em menor tempo, aumentando a chance de sobrevida das vítimas.

Por meio do contrato com a empresa Helibras, 17 pilotos e quatro mecânicos foram treinados para pilotar e fazer a manutenção da aeronave, que ficará aos cuidados da Secretaria da Casa Militar, no mesmo hangar dos helicópteros do Governo do Estado. A capacitação dos pilotos teve uma carga horária de 35 horas e foi especificamente voltada para operar a aeronave Esquilo.

SESA - Helicóptero exclusivo para SAMU 192 - Foto Thiago Guimarães 151214 05

Raio X da aeronave

Capacidade: 05 pessoas, sendo 01 piloto, 01 tripulante, 01 médico, 01 enfermeiro e 01 paciente.
Velocidade: aproximadamente 300 km/h
Espaço interno da cabine: 2,6 metros quadrados
Comprimento: 12,94 metros
Altura: 3,34 metros
Peso: 1.295 Kg

Fonte: Governo ES.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários