Governo vai analisar construção de hangar da Segunda Companhia do Batalhão de Aviação

Santa Catarina – Pleiteado pela Segunda Companhia do Batalhão da Polícia Militar (Cia/BAPM), a construção de um hangar foi o tema principal da reunião do comitê de segurança pública da Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) de Joinville, nesta terça, 7. O Governo do Estado vai estudar a possibilidade de executar a obra, orçada em R$ 571.221,88, com recursos do Fundo Social.

hangar_bapm_20150407_1245829375

Desde 2001, Joinville e região contam com uma aeronave para prestar serviços em ações de segurança, saúde e resgate. Porém, por falta de um hangar, o helicóptero, avaliado em US$ 2,5 milhões, fica exposto às diferentes condições climáticas. Entre os argumentos apresentados pelo major Marcio Leandro Reisdorfer para a construção do hangar, está a redução de custos em manutenção.

Anualmente, o Governo do Estado investe US$ 3 milhões na manutenção. No entanto, no ano de 2014, custou R$ 100 mil a mais do que a média, devido às chuvas e granizos.

“Dos 365 dias de 2014, a aeronave ficou parada 70 deles para manutenção”, ressaltou o major, durante a apresentação do projeto para o comitê. Até então, os serviços mecânicos são realizados na cidade de Curitiba (PR). “Quando construído e homologado junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) o hangar em Joinville, esses serviços poderão ser realizados aqui na cidade”, acrescentou. O heliponto já é homologado pela Anac.

A Companhia também pleiteia a construção de um muro e a reforma do setor administrativo. “Neste momento, a prioridade será encaminhar a construção do hangar”, disse a secretária Simone Schramm. Atualmente, trabalham na Companhia 18 militares. Nos próximos dias, agregam ao grupo mais dois copilotos. O modelo da aeronave utilizada é AS350B2, com capacidade para seis passageiros.

Sobre a Segunda Cia/BAPM

Desde o ano de 2001, Joinville e região contam com os serviços da aeronave, alcançando 17 mil quilômetros quadrados e uma população de 2,1 milhões de habitantes. A Segunda Cia/BAPM possui um helicóptero modelo AS350B2. Tem condições de sobrevoar Joinville entre três e sete minutos, dependendo da distância, e possui farol de busca noturna em ações especiais. No inverno, normalmente, realiza voos até às 18 horas, já no verão, o horário se estende até às 21h. Quando do início de suas atividades até hoje, realizou 9.764 missões; uma média de duas ocorrências por dia e 1h40 de voo.

hangar_reuniao_comite_20150407_1484346729

Comitê de segurança

O comitê de segurança pública é formado por membros do Governo do Estado, Polícias Civil e Militar, Judiciário, Ministério Público, Câmara de Vereadores, Penitenciária, Presídio, Prefeituras, Acij, Acomac, CDL e Ajorpeme, entre outros. É considerado um dos mais atuantes da SDR, presidido pelo delegado Regional de Polícia Civil, Dirceu Silveira Júnior. Cinco membros que o integram terão agenda com o governador Raimundo Colombo, em Florianópolis, em reunião intermediada pelo deputado estadual Kennedy Nunes para tratar das demandas do setor. A data será definida nos próximos dias.

Fonte: Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Joinville, Ana Keller.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

6 + dezessete =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários