GRAer/AM atua em rebeliões em cadeias públicas do Amazonas

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Nesta semana ocorreram 02 rebeliões em cadeias públicas no Estado do Amazonas, uma no dia 10/11/2010 em Manaus, com a morte de 03 detentos, outra no dia 14/11/2010, na cadeia pública do município de Iranduba, a 20 KM de Manaus, ambas com o apoio do helicóptero Águia “01” da PMAM.

Na rebelião ocorrida no dia 14 houve o acionamento da aeronave por volta das 06:00h, pois como o único acesso à cadeia pública é por balsa, o apoio de solo iria demorar a chegar (40 min de translado na balsa).

Quando a aeronave chegou ao local deparou-se como uma situação crítica, pois já havia 03 mortos, sendo que um dos corpos estava sendo queimado dentro da cadeia pública.

A equipe do Águia “01” realizou alguns sobrevôos para reconhecer a área e atuar como disuador psicológico nas possíveis pretensões dos detentos em prosseguirem com algum tipo de fuga ou confronto.

Após a situação controlada a equipe pousou para aguardar as negociações e manter-se em prontidão para atuar se fosse preciso, inclusive no transporte de possíveis feridos.

Após as negociações e decidido pela transferência de 35 presos para a capital Manaus, o Águia “01” efetuou o acompanhamento da escolta destes detentos até o Instituto Penal Antonio Trindade em segurança.

Nestes eventos a aeronave teve uma função muito importante como disuador psicológico e pode ser empregada tanto para socorro de possíveis vítimas, como no transporte de efetivo para possíveis invasões por parte da tropa especial e ainda nos reconhecimentos aéreos da área.

Tripulação de Serviço:

Maj PMMT Henrique Santos
Cap PMAM Thiago Balbi;
Sub Ten PMCE Gredson;
Sd PMAM Rêgo, e
Sd PMDF Carla Junker.

Confira imagens da operação


Fonte: GRAer/AM.

Fotos: Divulgação.


- Anúncio -

2 COMENTÁRIOS

  1. PARABENS mais uma vez aos amigos do Amazonas…o apoio aéreo é muito importante em ações de rebelião em presídios…parabéns a tripulação!!!

  2. LEMBRETE!

    Srs aeronavegantes, a atuação da aeronave neste tipo de missão é importante e pode ser empregada de diversas formas, entretanto, devemos tomar alguns cuidados.

    Os principais:
    1- Evitem voar a baixa altura com velocidade reduzida;
    2- Evitem pairados a baixa altura;
    3- Aproximações ou desembarques táticos apenas se houver aeronave ou equipe de cobertura;
    4- Se for necessário pousar fazê-lo, de preferência, distante do local da rebelião, etc

    Em São Paulo tivemos alguns “casos” em rebeliões, inclusive um bem recente, assim seria interessante que, entre outras coisas, olhassem essas questões com MUITO cuidado e atenção.

    Parabéns pela missão e Bons voos!!!

    Abraços

    Beni

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários