GRAER/PR realiza transporte aéreo de recém-nascido com risco de vida para Curitiba

Mais um transporte de emergência foi realizado pelo Grupamento Aeropolicial e Resgate Aéreo (GRAER), da Secretaria de Segurança Pública do Paraná, na tarde desta quinta-feira (17/01). Um recém nascido, de apenas um dia, foi transferido em uma aeronave de Guaratuba (PR), litoral do estado, para Curitiba (PR), capital. A ação, que ocorreu por volta das 14h, contou com o apoio de policiais militares do Corpo de Bombeiros.

GRAER realiza transporte aéreo de recém-nascido com risco de vida do litoral para Curitiba

“O paciente é um recém-nato, de apenas um dia, do sexo masculino, com problemas intestinais e pelo seu estado de saúde requer um hospital com uma complexidade maior, por isso realizamos esta transferência com urgência”, explica o major Julio Cesar Pucci dos Santos, do GRAER.

“Recebemos esta ocorrência, através dos policiais militares atuantes na “Operação Verão Paraná”, solicitando o transporte urgente para Curitiba de um recém-nascido, devida a saúde debilitada consequência do nascimento antecipado. Iniciamos um contato imediato com as equipes da capital para que fossem agilizados os procedimentos referentes a hospital e também com o SAMU para o transporte”, conta o capitão Davi Daniel Simão do Corpo de Bombeiros.

Segundo o major Pucci, a agilidade deste transporte, que levaria duas horas e foi feito em 20 minutos, com certeza auxiliará na recuperação da criança. “Fomos buscar a incubadora em Paranaguá, seguimos até Guaratuba, onde pegamos a criança e trouxemos para Curitiba”, afirma.

GRAER realiza transporte aéreo de recém-nascido com risco de vida do litoral para Curitiba

O recém-nascido foi encaminhado para o Hospital Pequeno Príncipe e segundo o capitão Simão caso ele fosse transferido de outra maneira correria risco de não sobreviver. “Vale ressaltar que cada incubadora possui uma bateria e trazê-lo de ambulância se tornaria arriscado, pois a bateria poderia acabar no caminho colocando a vida da criança em risco”, ressalta.

Fonte: PM/PR

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

9 − 3 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários