GRPAe/SP irá padronizar frota com retrofit dos modelos AS350B/BA

São Paulo - GRPAe/PMA Polícia Militar de São Paulo assinou um acordo com a Turbomeca (Safran Group) para o retrofit de seus primeiros helicópteros. Suas aeronaves AS350 B e BA, motorizadas com turbinas Arriel 1B, serão atualizadas para o modelo AS350 B2, equipados com motor Arriel 1D1.

“Estamos orgulhosos da confiança que a Polícia Militar de São Paulo depositou na Turbomeca do Brasil nesses mais de 15 anos de parceria. Construímos um relacionamento forte com eles, com base em estreita parceria e diálogo permanente. “, explicou François Haas, presidente da Turbomeca do Brasil.

“Devido à Copa do Mundo de 2014, a Polícia Militar de São Paulo pretende operar uma frota padronizada. Este processo vai permitir-lhes ter suas 21 aeronaves equipadas com motores Arriel 1D1 até o final de 2013, tornando a manutenção muito mais fácil “, Murilo Addes Pignataro, Gerente de Suporte ao Cliente da Turbomeca do Brasil.

O motor Arriel 1D1 apresenta um design muito simples, com um número reduzido de partes e de design modular possibilitando uma manutenção fácil. O Arriel 1D1 tem uma sólida reputação adquirida no mercado de helicóptero com base na sua excelente operação e alto nível de confiabilidade.

A turbina Arriel 1D1 tem um TBO (Time Between Overhaul) de 3.600 horas e uma potência de descolagem de 732 shp, 14% mais potente que o Arriel 1B.

A Polícia Militar de São Paulo, a maior unidade aérea policial no Brasil, opera uma frota de 21 helicópteros AS 350 e um EC 135, 100% dos quais motorizados pela Turbomeca.


Fonte: Turbomeca


2 COMENTÁRIOS

  1. Parabensa PMSP pela decição que além de gerar uma melhor gestão de recursos a padronização de frota gera economias que vão além da manutenção como suprimento, intercambialidade de componentes e unicidades em procedimentos operacionais gerando ao fim a tão sonhada segurança operacional de vôo. A PMSP entra em um nível de conhecimento e operacional únicos assemelhando-se a doutrina adotada pelas forças armadas do mundo todo onde a exelência, intercabialidade, economia são preponderantes.
    Uma vez em 2001 perguntei a integrantes da MB que opera com BA em esquradões operativos o porque de naquele ano mesmo estando fora de produção estavam comprando BA zero? A resposta foi rápida economia já imaginou se apenas trocássemos a versão do modelo utilizado? Etendi prontamente.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

6 + 17 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários