Guardião 05 transporta bebês prematuros para o Hospital Regional do Baixo Amazonas

Pará – Nascidos no dia 4 de fevereiro, no município de Monte Alegre, os bebês Natanias e Natalya Vitória Cruz dos Santos, já se encontram sob os cuidados da equipe multi-profissional da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTI Neonatal) do Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), transportados pelo helicóptero do Grupamento Aéreo de Segurança e Saúde Pública (Graesp), Guardião 5. Natanias deu entrada no dia 16 de fevereiro, enquanto sua irmã Natalya foi transportada na manhã desta quarta-feira, 19.

O comandante do Guardião 5, major Celso Machado, falou sobre a importância da aeronave para a área da saúde, uma vez que o Graesp também atua na área da segurança pública, em apoio às ações das Polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros do Estado. “Este é um trabalho bem específico na área da saúde. A população entra em contato por meio do Samu e do próprio Corpo de Bombeiros. A aeronave é acionada e feito todo o planejamento operacional para fazer o resgate aeromédico ou de um naufrágio, além da atuação na área da segurança pública”, enfatizou o comandante.

O transporte, que durou cerca de 25 minutos, contou com a presença da médica responsável pelo serviço aeromédico, Drª Ilmara Sousa. “Eram gêmeos prematuros. Foram pedidos inicialmente leitos de UTI para as duas crianças, só que primeiramente veio o menino, já que a menina apresentou uma melhora. Como ela teve icterícia e infecção grave foi solicitada a transferência hoje”, explicou a médica, após citar que este serviço só é possível a partir da parceria município, no caso o Samu, e o Estado, com o Hospital Regional e o próprio Graesp.

Para Natalia Oliveira da Cruz, 21 anos, mãe dos pequenos Natanias e Nataly, a esperança foi renovada após a confirmação da transferência da maternidade em Monte Alegre para o Hospital Regional do Baixo Amazonas. “No início da gestação eu fiquei bem assustada, ainda mais por descobrir que eram gêmeos. Depois eu fiquei mais tranquila e, aos sete meses, eu acabei tendo o parto prematuro, foi difícil. Mas, agora eu estou tranquila. Aqui tem mais estrutura e eu vou passar o dia todo perto deles”, falou Natália, que agora poderá acompanhar de perto o desenvolvimento de seus dois filhos, que são assistidos pela equipe multi-profissional do HRBA.

O helicóptero do Grupamento Aéreo de Segurança e Saúde Pública (Graesp), Guardião 5, é fundamental para o atendimento médico em grandes distâncias.

A partir de abril, os leitos de UTI do HRBA receberão um grande reforço, pois terão sua capacidade mais que dobrada, passando de 24 para 49 leitos. “Numa região tão grande como a nossa, em que assistimos a mais de 1 milhão de habitantes, as distâncias são grandes e o transporte terrestre é bem difícil. A parceria com o Graesp salva vidas. Com certeza foi um grande avanço para a nossa região. A tendência é que essa parceria fique ainda mais forte, pois a partir de abril estaremos dobrando a nossa capacidade de tratamento em terapia intensiva e ampliaremos os serviços de alta complexidade, fazendo com que mais pessoas possam ser transportadas pelo Graesp de regiões mais distantes para o HRBA”, declarou o diretor Geral do HRBA, Hebert Moreschi.

Fonte: Agência Pará de Notícias

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

6 + 7 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários