Hangar da BRPAe de Piracicaba deverá ser entregue em 2012

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Ao lado do subcomandante do Grupamento Aéreo da Polícia Militar do Estado de São Paulo, major Gaspar, o prefeito Barjas Negri, secretários de governo e equipe do helicóptero Águia vistoriaram no dia 08/07 as obras do hangar que será a sede da Base de Radiopatrulha Aérea de Piracicaba, no aeroporto estadual Comendador Pedro Morganti.

A construção teve início em janeiro e a previsão é que esteja concluída em janeiro de 2012. O encontro também reuniu
autoridades e os oficiais, entre eles, como o coronel Hélio Verza Filho, comandante do Policiamento do Interior (CPI-9) de Piracicaba, para um almoço, no restaurante Aviador, de boas-vindas ao capitão Edgard Gaspar, que assumiu o comando do Águia.

A obra está na fase de execução das superestruturas das vigas, pilares, colocação de lajes e alvenaria das paredes, segundo o secretário municipal de Obras, Arthur Ribeiro. O prefeito tomou conhecimento de detalhes que serão feitos, como o aterramento da área na frente do novo hangar, para nivelar a entrada com a pista de voo. Conforme o major “O hangar vai proporcionar uma estrutura adequada para as operações da equipe e a prefeitura deixará de pagar o aluguel para a aeronave e a equipe.

O Águia apóia o patrulhamento terrestre e trouxe mais segurança à população”, afirmou o prefeito. O valor do aluguel e as despesas com água, luz e telefone para o funcionamento da base é dividido entre a prefeitura e o Fundo de Segurança (Funseg), conforme o secretário de Governo, José Antonio de Godoy. O governo municipal paga R$ 5 mil e o Funseg, R$ 3 mil por mês.

BASE

A área total é de 2.100 metros e a área construída de 1.400 metros quadrados, sem contar os pavimentos superiores. O custo da obra é de cerca de R$ 4,1 milhões. O hangar terá dois andares e uma cobertura termoacústica, já que a equipe trabalhará 24 horas por dia no local.

O comandante Edgard informou que a Base conta com somente uma aeronave, mas haverá espaço para mais um helicóptero e também um avião, como o utilizado pelo governador do Estado.

“Se o governador Geraldo Alckmin vier em missão oficial, a aeronave poderá ficar hangariada no local”, explicou. Entre as diversas salas do local, o capitão Edgard destacou a sala de logística, que será utilizada para apuração de dados com as operações do Águia.

No hangar também poderão ser feitas as revisões periódicas de manutenção do helicóptero. “Isso permitirá mais autonomia do comando em São Paulo, mas há serviços de manutenção que só podem ser feitos na Capital”, ressaltou.

INTEGRAÇÃO

O major Gaspar também participou no dia 08/07 de uma reunião com a equipe do Águia, que conta atualmente com 25 soldados, incluindo os temporários. “Temos dez bases aéreas em todo o Estado, que foram implantadas recentemente. E estamos realizando essa visita em todas elas para implantar ajustes, estabelecer padrões de operação, para a segurança operacional e de voo e integrar o efetivo”, explicou.

Um dos comentários que os soldados fazem é que no começo o apoio aéreo não era muito solicitado, mas essa realidade mudou. “Hoje, com o Águia, a ocorrência não termina até que os suspeitos sejam detidos. Antes, em uma fuga de moto ou carro, as viaturas da PM não conseguiam acompanhar. Agora, com o helicóptero, essa barreira não existe mais e esse trabalho em conjunto trouxe até mais segurança para os policiais”, informou.

O major revelou que há intenção do governo de que as bases do interior também atuem em salvamento em acidentes. “Esse serviço começou há um ano em Campinas e não há previsão para o início em Piracicaba”.

Um importante incentivo para o início desse novo serviço na cidade é o heliponto que será instalado no novo Hospital Regional, que está sendo construído pela prefeitura.


Fonte: Gazeta de Piracicaba, por Ariana Ferezim.

Foto: Antônio Trivelin.


- Anúncio -

1 COMENTÁRIO

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários