Helicóptero da Royal Canadian Mounted Police (RCMP) cai no Canadá

Um piloto civil da Royal Canadian Mounted Police (RCMP) morreu após seu helicóptero acidentar-se na terça-feira durante um treinamento próximo à Cultus Lake, British Columbia, no Canadá.

O Ministro da Segurança Pública canadense, Vic Toews emitiu um comunicado de condolências à família, amigos e colegas de Dave Brolin, o piloto da aeronave.

“Este é um dia muito triste para todos os canadenses”, disse Toews.

“A morte de um membro da nossa força policial nacional é um lembrete dos sacrifícios e da bravura dos homens e mulheres que trabalham todos os dias para manter nossas comunidades seguras.”

A RCMP divulgou poucos detalhes sobre o acidente. O piloto trabalha junto a RCMP à vários anos.“Ele morreu em serviço, e nós precisamos garantir que sua família tenha o apoio adequado. … Queremos ter certeza do que ocorreu antes de declarar algo. “

Os órgãos competentes canadenses foram chamados para investigar o acidente, que ocorreu pouco antes de duas horas da tarde. “Neste momento, existem muitas perguntas sem respostas.”

Ele se recusou a especular se o clima de inverno que assolou o local poderia ter contribuído no acidente. Uma foto do local do acidente mostraram o helicóptero no chão em meio a uma área escassamente arborizada coberto de neve.

“O TSB (Transport Safety Board) investigará todas as hipóteses, incluindo clima,” disse ele. “A investigação, os aspectos técnicos, estão sob a responsabilidade do TSB. Eles são os especialistas “.

O porta-voz do TSB, Bill Yearwood afirmou que a agência já designou dois investigadores para visitar o local do acidente o mais rapidamente possível. “Nós estaremos trabalhando com em conjunto com a RCMP para tentar determinar a causa do acidente”, disse o Sr. Yearwood.

O helicóptero, um dos seis frota da RCMP, estava participando de um exercício de treinamento com os membros da equipe de resposta de emergência da RCMP.

Quando o helicóptero se preparava para retornar à base, ele caiu diante dos membros da equipe, que ficaram horrorizados. Eles prestaram auxílio ao piloto no local, antes de conduzi-lo para o hospital.

“Eles responderam imediatamente ao ocorrido e fizeram o que podia”, declarou o Superintendente Chefe, Rideout.

Ele disse que um incidente como este é extremamente raro. “Nossa unidade aérea é extremamente importante  para fornecer apoio aos serviços de policiamento desta província”, disse ele. “Eles recebem o mais alto grau de manutenção e nossos equipamentos são de primeira categoria”.

Rideout disse que a RCMP geralmente emprega civis como pilotos para suas aeronaves, e que a vítima possuia uma grande experiência como piloto antes mesmo de entrar para a RCMP.

Fonte: The Globe and Mail / Tradução e adaptação: Alex Mena Barreto

4 COMENTÁRIOS

  1. “Ele morreu em serviço, e nós precisamos garantir que sua família tenha o apoio adequado..” Disse o Ministro da segurança pública canadense.
    Aqui no Brasil uma das coisas que nos deixariam mais tranquilos é o apoio às nossas famílias em caso de um acidente fatal.

    Um abraço a todos!!!

    Maj QOPM RAMOS GRAER/PR
    Chefe Divisão de Operações

    • Impressionante a forma profissional com que a RMCP tratou o acidente junto à imprensa, bem como a forma que a imprensa tratou o assunto.

      Sem especulações e sem especialistas… 1º mundo.

  2. Quem trabalha na área está sujeito a isto, infelizmente.
    Mas quando ocorre evento desta natureza no Brasil, eles dizem sobre a família
    “Não tenho nada com isso – a viúva, os filhos irão receber uma boa pensão…”

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

2 × 5 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários