Helicóptero do GPMA resgata homem ferido em Maquiné/RS ao fazer rapel (atualizado)

Ao despencar sobre um empresário que praticava canionismo, uma rocha tornou dramático o fim de semana de um grupo de esportistas gaúchos, catarinenses e paulistas na Serra do Umbu, no município de Maquiné, no Litoral Norte.

Com múltiplas fraturas, Juliano Romancini, 38 anos, de São Miguel do Oeste (SC), ficou 18 horas à espera do resgate em uma fenda entre duas montanhas a 32 quilômetros da sede do município, até ser içado por um helicóptero.

Helicóptero da Brigada Militar resgatou jovem ferido em canyon no Litoral Norte Crédito: Camila Domingues / Correio do Povo

O acidente aconteceu por volta das 18h de sábado (13Fev10), quatro horas depois de o grupo de cinco pessoas iniciar um deslocamento que deveria ser de dois quilômetros junto ao curso de um rio. Prensado pela rocha na base de um penhasco de 300 metros de altura, Romancini sofreu fraturas na bacia, em um dos pés e passou a ter hemorragia.

Helicóptero MD 530E do GPMA que participou do salvamento em Maquiné/RS

Dois colegas que integravam o grupo pediram socorro por rádio a companheiros que exploravam outro cânion nas proximidades e deixaram o local em busca de ajuda para o ferido. Um homem e uma mulher ficaram prestando apoio a Romancini. Com a chegada da noite, não houve possibilidade de resgate, e os três permaneceram isolados até o amanhecer.

Pela manhã, bombeiros chegaram ao local por terra enquanto policiais militares sobrevoavam a região com um avião Ximango. Por volta do meio-dia de ontem, um helicóptero do Grupamento Aéreo da Brigada Militar conseguiu introduzir na fenda uma maca, por meio de uma corda de cerca de 150 metros de comprimento.

Em um procedimento de alto risco e complexidade, Romancini foi imobilizado na maca e içado para fora. No total, conforme o major Carlos Franck Simanke, comandante do helicóptero, a vítima ficou 35 minutos suspensa até ser levada em segurança a um descampado, onde, por terra, continuou o resgate. Por causa da chuva, que havia começado a se intensificar, o helicóptero não conseguiu pousar nas proximidades do local do acidente.

Vítima já imobilizada para remoção via terrestre pelos Bombeiros

– Nossa maior dificuldade foi porque este é um vale muito estreito, onde o helicóptero fica muito perto das paredes de rochas e árvores. Essa também é uma região de serra, onde as condições meteorológicas mudam muito rápido. Quando estávamos içando a vítima, a chuva intensa dificultou um pouco – explicou o major Franck.

A operação de salvamento

A equipe decidiu pousar o MD500E em uma elevação próximo ao canion e montar um ponto de operação.

Coordenadas do local da operação: 050º 20′ 20″ W – 29º 30′ 23″ S

Inicialmente desceram na base da cachoeira, dentro do canion, três tripulantes, com uma maca rígida, do Grupo de Busca e Salvamento dos Bombeiros e, após, fizeram a retirada das três vítimas e depois dos três tripulantes. Devido ao estado crítico da vítima politraumatizada não puderam fazer a locomoção até o ponto de desembarque, com isso, retiraram a vítima de uma clareira com mais de 150 metros de cabo, pela avaliação da equipe do GBS, somente com o apoio do helicóptero, a vítima teria alguma chance de sobrevivência e somente com esta quantidade de cordas puderam fazer a retirada.

Depois de uma análise criteriosa da tripulação, decidiram executar a missão. Foram feitas quatro descidas de 80 metros de cabo, sendo: 3 tripulantes e uma maca rígida de frente para a cachoeira; uma retirada de vítima com mais de 150 metros de cabo no meio do canion e quatro retiradas, operando com 100 metros de cabo da base da cachoeira, sendo o último mac-guire com dois tripulantes juntos, pois as condições meteorológicas eram adversas.

A operação do helicóptero iniciou às 06:30 e encerrou às 15:30 horas, com 4.6 horas de vôo.

EQUIPE DA MISSÃO:
1) Piloto: Maj QOEM Franck;
2) Co-piloto: Cap QOEM Matteo;
3) CO: 1 SGT Albanus;
4) Tripulantes: Sd Rodrigues, Sd Fernando, Sd Edis.
5) Equipe de Solo: 3 Sgt Ezequiel, 3 Sgt Borges, 3 Sgt Vladimir, Sd Joel e Sd Mayer.

Amigos foram removidos só cinco horas depois

Romancini, que é ex-presidente da Associação Comercial e Industrial e da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de São Miguel do Oeste, passou por cirurgia no Hospital Santa Luzia, em Capão da Canoa, e seria transferido à noite para o Hospital Mãe de Deus em Porto Alegre.

Os amigos que ficaram com a vítima – a bióloga Tatiana Bressel, 34 anos, de Porto Alegre, e Walter Martins Guerra Júnior, 40 anos, de São Paulo – só foram removidos pelo helicóptero da BM por volta das 17h, cerca de cinco horas depois do resgate de Romancini. Eles haviam recebido mantimentos para suportar as quase 24 horas isolados na mata, e não tiveram ferimentos.


Fonte : Zero Hora

Fonte: Correio do Povo

Fotos : Adriana Franciosi


12 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns pela operação arriscada e delicada, nós da equipe BIOADVENTURE, estamos na expectativa da melhora do amigo Juliano, que graças ao empenho do grupamento aéreo e dos amigos canionistas que tenho certeza fizeram o melhor que podiam para prover o resgate, nosso amigo retorne um dia as montanhas.

  2. Agradeço a dedicação de toda a Equipe, por irem muito alem do profissionalismo.Por confiarem nas nossas avaliações e conhecimento.

    A equipe de ar: pelo içamento mais que dificil, colocando a propria vida em risco

    A Equipe de Salvamento: pela correta avaliação e entendimento da situação.

    A Equipe de terra: que viabilizou todo o trabalho pré e pós salvamento.

    Agradeço especialmente ao Major Frank pela sua determinação ao Sargento Ezequiel,seus esforços em terra buscando nossa corda, trazendo a Equipe do SAMU e muito mais.

    Que Nossa Senhora das Drenagens Continuem Acompanhando todos voces.
    Luizão

  3. Não posso deixar de mencionar minha angústia ao me deparar com a trágica notícia envolvendo nosso irmão Juliano. Nem tampouco deixar de exaltar o trabalho explêndido das equipes de resgate descrito acima. Manifesto minha solidariedade por nosso amigo e comoção pela dramática situação que os colegas canionistas passaram. Este sem dúvida foi o mais complexo resgate ja realizado no Montanhismo Brasileiro e merece a ressalva de um trabalho digno das equipes pioneiras do esporte na Europa e Eua, quer por parte das equipes de resgate, quer por parte da fortíssima força psicológica dos desportistas envolvidos.

    Estamos todos juntos vibrando positividade para sua breve recuperação grande amigo!

    Ns. Senhora das Drenagens está a olhar por ti!
    Fortes Abraços Mantiqueiranos.

    [Ramon Gaspar, Bruno Dias, Filipe Condé – Amicânion ]

  4. Não posso deixar de mencionar minha angústia ao me deparar com a trágica notícia envolvendo nosso irmão Juliano. Nem tampouco deixar de exaltar o trabalho esplêndido das equipes de resgate descrito acima. Manifesto minha solidariedade por nosso amigo e comoção pela dramática situação que os colegas canionistas passaram. Este sem dúvida foi o mais complexo resgate ja realizado no Montanhismo Brasileiro e merece a ressalva de um trabalho digno das equipes pioneiras do esporte na Europa e Eua, quer por parte das equipes de resgate, quer por parte da fortíssima força psicológica dos desportistas envolvidos.

    Estamos todos juntos vibrando positividade para sua breve recuperação grande amigo!

    Ns. Senhora das Drenagens está a olhar por ti!
    Fortes Abraços Mantiqueiranos.

    [Ramon Gaspar, Bruno Dias, Filipe Condé – Amicânion ]

  5. Nem tenho palavras para expressar a minha gratidão a toda esta equipe. Cada um teve um papel fundamental para obtermos o resultado positivo de retirada do Juliano com vida de dentro do cânion. Todas as equipes (de ar, de salvamento de terra) colocaram as suas vidas em risco pela vida de Juliano.
    Muito obrigada:
    Piloto: Maj QOEM Franck
    Co-piloto: Cap QOEM Matteo
    CO: 1 SGT Albanus
    Tripulantes: Sd Rodrigues, Sd Fernando, Sd Edis
    Equipe de Solo: 3 Sgt Ezequiel, 3 Sgt Borges, 3 Sgt Vladimir, Sd Joel e Sd Mayer
    Da minha parte foi muito bom ver um rosto conhecido como o do Sd Édis dentro do cânion naquele momento difícil.
    Gostaria de agradecer também ao Major Lisboa que fez o contato com o GBS e GPMA.
    Um abraço e mais uma vez, OBRIGADA!
    Tatiana Bressel

  6. QUISIERA POR ESTE MEDIO SALUDAR,A LOS HERMANOS BRASILEROS QUE CON TANTO ESFUERZO Y SACRIFICIO,ESTAN ALLI ALISTADO PARA CUALQUIER SINIESTRO DEL CUAL ESTAN PREPARADO.SOY DE ARGENTINA Y TENGO EL HONOR DE PODER CONOCER AL GRUPO QUE ASISTE A SANTA MARIA EN LOS CAMPEONATOS DE BALONISMO. SOY JEFE DE RESCATISTAS DEL EQUIPO ARGENTINO EN COMPETICION.QUISIERA PODER MANDAR UN SALUDO HENORME AL MYOR STOCKER,SD JUAREZ, A TODOS LOS QUE ACOMPAÑAN A ESE GRUPO TAN HUMANO Y PROFESIONAL LO CUAL ES DIGNO DE ADMIRAR……….

  7. Parabensa todos pois acabei d ver no viver p contar
    Graças a Deus tudo se saiu bem fiquei emocionada d ver
    Depois de sua recuperaçao ainda no hospital pediu a namorada em casamento
    Foi triste mais tbm foi lindo eles se emocionou e eu tbm kkkkk
    Felicidades a vceis bjs um grande abraço

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

19 − 13 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários