Helicóptero faz pouso de emergência em cima de colchões em San Antonio, Texas/USA

Um helicóptero aeromédico, com a metade de seu trem de pouso faltando, realizou um pouso suave em cima de três colchões, durante um pouso de emergência no Aeroporto Internacional de San Antonio, Texas, para onde a aeronave foi desviada, após ter atingido uma torre de celular na madrugada de domingo (06/08/12).

Por volta de 03h30, um helicóptero da PHI Air Medical do hospital St Joseph, transportando um paciente e três membros da tripulação atingiu uma torre de celular, perto da rodovia Interstate 35 e Binz-Engleman Road, danificando um de seus esquis, disse o porta-voz da PHI Brad Deutser.

De acordo com a polícia de San Antonio, o impacto ocorreu próximo ao destino do helicóptero, o San Antonio Militar Medical Center. A aeronave foi direcionada para o aeroporto, onde os bombeiros de San Antonio, sob a direção do Capitão Kevin Campbell foram incumbidos de auxiliar o pouso do helicóptero danificado.


Campbell disse que o piloto, comunicando-se através da torre de controle do aeroporto, perguntou se os bombeiros não teriam alguma coisa para colocar sob o helicóptero para que ele pudesse pousar.

“Ele sabia que se ele pousasse, ele poderia quebrar “, disse Campbell. “Ele sugeriu colchões, e eu disse ao Engine 23 para pegar três ou quatro colchões do dormitório. Também trouxemos pesos da nossa sala de musculação para manter os colchões presos ao solo. “

Campbell disse que a aeronave pairou por um curto período de tempo sobre o espaço entre duas pistas de taxiamento, mas o piloto estava preocupado que ele ia ficar sem combustível.

“Foi um curto período de tensão”, disse Campbell, “mas nós empilhamos os colchões e colocamos 4 pesos de 45 libras cada e ele pousou em cima. Funcionou muito bem. “

Deutser disse que todas as quatro pessoas a bordo do helicóptero – um paciente e três tripulantes que viajam de Bryan para o San Antonio Military Medical Center – ficaram ilesos no desembarque. Um helicóptero da Airlife então levou o paciente e um paramédico do voo da aeronave PHI para o SAMMC, completando a missão.

“Foi uma ação extraordinária, houve um grande foco e grande habilidade por parte da tripulação, bem como pessoal de terra, para garantir um pouso seguro”, disse Deutser. “Algumas pessoas realmente talentosas fizeram isso acontecer.”

O porta-voz da Federal Aviation Administration, Lynn Lunsford, disse que usar colchões no pouso de emergência é “o que você chamaria de pensamento rápido.” A FAA está agora investigando o que causou o acidente, disse ele, acrescentando que a investigação irá determinar se a torre de celular tinha iluminação adequada e qual a altitude a que o helicóptero estava viajando.

A aeronave, um Bell 407 de propriedade da PHI, está permanentemente baseado no Centro de Saúde Regional St. Joseph. De acordo com um comunicado da imprensa, as duas entidades firmara uma parceria no ano passado para o transporte aéreo médico.

“Há muito que não sabemos”, disse Deutser “, mas não houve feridos, e essa é a parte mais importante.”

Campbell disse que nunca tinha ouvido falar do uso de colchões na aterrissagem de um helicóptero em emergência.

“Isso era tudo que tínhamos, e ficamos contentes que funcionou”, disse ele. “Mas não, eu não penso que eu queira fazer isso de novo.”

Fonte: Aviação PRF (www.mysanantonio.com)

Tradução: W.Pimenta – DOA/DPRF.

2 COMENTÁRIOS

  1. Deus ilumina os que fazem o bem e nunca os abandona nas difuculdades.parabens pelo grande gerenciamento, e por mais que haja criticas só passando por aprovações para reconhecermos que o grande mestre do universo é quem nos guia nos caminhos mais perigosos.sinto-me orgulhoso de fazer parte de te universo tanto da aviação pois eu sou TRIPULANTE OPERACIONAL e tambem BOMBEIRA MILITAR de BELÉM do PARÁ. que esteja todo JUSTO E PERFEITO¨.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

nove − quatro =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários