Helicópteros da PRF participaram da operação de segurança realizada para o julgamento de Lula no TRF-4

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Porto Alegre – O julgamento em segunda instância de uma ação em desfavor do ex-presidente Lula ocorreu dia 24/01, no âmbito da corte de apelações do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), com sede na cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

Esse julgamento tornou-se um evento e um ponto de inflexão para a consolidação do cenário político nesse ano eleitoral, e a grande repercussão em nível nacional suscitou uma crescente animosidade entre grupos que se posicionam de formas antagônicas quanto aos possíveis desfechos do referido litígio.

Helicópteros da PRF participaram da operação de segurança realizada durante o julgamento de Lula no TRF-4
Helicópteros da PRF participaram da operação de segurança realizada durante o julgamento de Lula no TRF-4

Com a possibilidade de manifestações e confrontos, a Justiça Federal solicitou o apoio dos órgãos de segurança, visando garantir a realização do julgamento e a manutenção da ordem pública em Porto Alegre e região conurbada.

Neste cenário, a Polícia Rodoviária Federal mobilizou a Força de Choque, que fez a contenção do prédio do TRF e duas aeronaves de asas rotativas, sendo um modelo Bell 407 e um EC120B, que na data do julgamento permaneceram no entorno do TRF-4.

Visando a fluidez e programação do julgamento, as aeronaves estavam prontas para serem empregadas no transporte dos desembargadores ao tribunal, em caso de bloqueio total das vias de acesso ou, também, para eventual evacuação de emergência do prédio.

Além do emprego na data do julgamento, as aeronaves já vinham sendo utilizadas desde o dia 20/01 no monitoramento dos comboios e marchas de apoio do ex-presidente Lula, que se deslocam de outros municípios e estados da federação pelas rodovias federais.

Helicópteros da PRF participaram da operação de segurança realizada durante o julgamento de Lula no TRF-4
Helicópteros da PRF participaram da operação de segurança realizada durante o julgamento de Lula no TRF-4
- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários