HeliNet desenvolve transmissão de imagens policiais para Smartphones

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Um produto com uma nova tecnologia móvel, chamado “HT 4Sight”, promete trazer, ao vivo, vídeos captados de helicópteros policiais, direto para smartphones no solo. Inicialmente, o produto será usado para a polícia.

 

“Normalmente, as imagens aéreas são enviados para um centro de comando e, em seguida, anexadas a uma alimentação de voz”, diz Ron Magocsi, diretor técnico da HeliNet, “Mas agora, como todo mundo tem um celular, nós encontramos uma maneira de distribuir essas imagens facilmente para que você possa obtê-las onde estiver.”

Filmagens em helicópteros é muito utilizada pelas autoridades policiais e emissoras de TV. Mas, até agora, as imagens são direcionadas a uma estação terrestre, onde é vista em um PC ou retransmitida para os televisores. Pouca conectividade dos celulares e a falta banda têm impedido os esforços para oferecer a transmissão de vídeos ao vivo em smartphones.

A HeliNet diz ter desenvolvido uma solução para esse problema. Tudo que é exigido no smartphone é a instalação de  um software. “Eu vi um demo mostrando vídeos ao vivo em um smartphone HTC na minha mesa, em San Francisco”. O vídeo foi transmitido da cidade de Ontário, Califórnia, em tempo quase real. “O que você está vendo é um vídeo, praticamente sem interferências, que está vindo de um helicóptero”, diz Magocsi.

Veja como ele funciona. HeliNet usa uma câmara com giro-estabilizado de alta definição que é montada no helicóptero. Um operador da câmera pode controlar o sistema de câmera diretamente ou definir algumas coordenadas para a câmera e “bloquear” a sessão. O fluxo de vídeo ao vivo é compactado de 1,5 Gbps (gigabits por segundo) a 18,3 Mbps (megabits por segundo) e, então, enviado da aeronave ao solo. No terreno, é descompactado para o fluxo de HD 1,5 Gbps.

As imagens são enviadas, via downlink, do helicóptero a uma estação de solo. Uma antena direcional transmite as imagens HD até 120 quilômetros de distância sem perda ou separação.

Uma vez que o fluxo de dados é recebida no solo é descompactado e então convertido, a partir de HD, para vídeo de definição padrão. O vídeo também é cortado, assim as pessoas podem vê-lo em seu telefone sem distorção significativa. Finalmente, este vídeo é transmitido através da Internet utilizando o padrão de compressão JPEG 2000.

“Para os espectadores, o que isto significa é que, quando estão acessando o vídeo, estão acessando o nosso servidor através da Internet”, diz Magocsi. O que torna tudo isso notável é que isso acontece quase em tempo real. “Nós trabalhamos com clientes que não podem ter qualquer atraso”, diz ele. O downlink inicial de dados introduz um atraso de 100 milisegundos e processamento da imagem pode adicionar até um segundo ou dois. Espectadores podem usar celulares ou redes WiFi para ver o vídeo. E eles podem monitorar até quatro vídeos ao vivo em um único dispositivo. Este tipo de multi-casting também permite centenas de espectadores conectados, simultaneamente, assistindo a um vídeo.

HeliNet está focada em oferecer a tecnologia para a polícia para que eles possam responder melhor as situações de crise, por conta de sua capacidade de acessar informações em tempo real e em qualquer lugar. Mas é fácil ver como a idéia pode funcionar para transmissões desportivas e outros eventos especializados. Por enquanto, a tecnologia está disponível para Blackberry e dispositivos Windows Mobile, diz HeliNet.


Fonte: Wired (texto traduzido e editado) e Helinet

Foto ilustração: HeliNet


- Anúncio -

2 COMENTÁRIOS

  1. ACREDITO QUE TODA TECNOLOGIA QUE SURGIR, A FIM DE INCREMENTAR O SERVIÇO PRESTADO PELOS ÓRGÃOS DE AVIAÇÃO POLICIAL É BEM VINDA.
    ESPERO QUE NUM FUTURO PRÓXIMO, POSSAMOS TER ESSA TECNOLOGIA DISPONÍVEL AQUI NO BRASIL.
    BONS VÔOS !!!
    CAP PMPE ROMILDO.

  2. Maravilha, isso resulta em muita eficiencia para as operações! Mas DESAPROVO o ‘inicialmente para poiciais’, pois deve ser RESTRITO aos policiais, e orgãos de defesa à vida.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários