A história do “Gigante” Davi e sua luta pela vida

- Anúncio -

Mato Grosso – Na sexta-feira (22) o pequeno Davi de 3 anos visitou o Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAer) da SSP do Mato Grosso para realizar um sonho, conhecer e chegar perto do helicóptero do CIOPAer, o qual chama carinhosamente de “Picotoe”. (saiba mais)

Na segunda-feira (25), dia de natal, a equipe do CIOPAer fez uma surpresa ao garoto e levou de presente dois helicópteros de brinquedo e muito carinho, em retribuição à emoção que vivenciaram no dia da visita.

Equipe do CIOPAer na visita surpresa ao Davi.
Equipe do CIOPAer na visita surpresa ao Davi.

No reencontro o garotinho passou novamente por momentos de muita alegria. A mãe, Maria Caroline Godoymuito feliz pelos momentos de amor e carinho oferecidos ao seu amado Davi, escreveu um texto emocionante e que conta a trajetória desse “Gigante” até aqui.

A história do “Gigante” Davi contada por sua mãe

Maria Caroline Godoy

Nossa joia preciosa, nascido dia 04/07/2014 com 1.090 kg, 29 semanas de gestação com 30 cm, chegou a pesar 890 gramas. Nasceu de uma gestação interrompida, pois eu, a mãe de Davi, iria morrer com pré-eclampsia.

davi12

Nasceu com infecção generalizada, pneumonia e anemia, correndo risco de ter hemorragia cerebral e ficar cego. Ficou internado aproximadamente 4 meses até conseguir alta pesando 2,800 kg.

Por muitas vezes desfaleceu em meus braços e eu sempre com primeiros socorros o trazia de volta a vida, com 4 meses fez 4 cirurgias 3 hérnias e 1 cisto. Durante esses 3 aninhos dele, desenvolveu refluxo em alto grau, início de desnutrição, alérgico a lactose, não conseguia deglutir (engolir seus alimentos ), todos os líquidos ingeridos ele bronco aspirava, assim até chegou a parar em meus braços, sem quaisquer sinais vitais e mais uma vez lutei para traze-lo de volta.

A partir de 2 anos de idade e auxílio da fonoaudióloga conseguiu então comer e engolir seus alimentos. E com 2 anos e 6 meses foi diagnosticado com uma doença crônica renal, incurável aos olhos dos médicos, dispondo apenas de tratamento.

Síndrome nefrótica, já apresenta lesão nos rins, não correspondendo ao tratamento corticoterápico, seu estado só se agravou e hoje após a pior crise da doença junto a uma peritonite seguida de uma infecção hospitalar, desenvolveu hipertensão tomando 2 tipos de medicamentos apenas para controlar, e muitos outros para o tratamento.

Esta numa fase instável aonde fomos alertados sobre o grande risco de a qualquer momento ter um infarto, AVC ou um trombo em suas veias sanguíneas, em razão do colesterol e triglicérides ser superior a 1.000.

Está vivendo um dia após o outro sem podermos fazer planos, sem saber como ele estará amanhã. Uma vez que recebe alta, e após alguns dias retorna à internação. Seu maior sonho era conhecer os “tios” Policiais Militares que estavam em seu “picotoe” (helicóptero).

Muitas vezes me pediu “mamãe grita alto para o tio descer aqui e me buscar pra voar e tocar o céu“. Meu coração gritava de amor e desejo em conseguir realizar esse sonho.

Com ajuda de amigos e da minha família fomos tentar uma maneira, na qual conseguimos e fomos abraçados carinhosamente pela equipe do CIOPAer do Mato Grosso.

Obrigada, meu coração se enche de orgulho pelos Policiais Militares, agora amigos do Davi!

Policiais Militares, amigos do Davi!
Policiais Militares, amigos do Davi!
- Anúncio -

5 COMENTÁRIOS

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários