A importância do NÃO

- Anúncio -

SANDRO VIEIRA CORREA

Para se conduzir aeronaves, o piloto deve apresentar características de HABILIDADE, CONHECIMENTO, JULGAMENTO E DECISÃO.

A HABILIDADE pode ser nata ou adquirida com o treinamento. Alguns pilotos, já nas primeiras aulas de voo, parecem ter nascido para aquilo, tamanha a facilidade de execução. Outros, desenvolvem essa habilidade com o tempo.

O CONHECIMENTO é adquirido com esforço pessoal de estudo e aprendizagem.

O JULGAMENTO é a capacidade de interpretar, mesmo em pequenas frações de tempo, situações complexas e eleger as atitudes mais adequadas para a resolução de problemas.

A DECISÃO se refere às ações desencadeadas para a resolução dos problemas.

PAREMesmo com a previsão de inúmeros procedimentos operacionais e o estabelecimento de uma doutrina de emprego, em muitos casos, o piloto de aeronave policial, certamente se deparará com situações que exigirão uma decisão rápida e adequada.

No momento desse voo, especificamente, não haverá como consultar alguém, ou fazer uma análise computacional de análise de risco. Todo o processo ficará restrito ao Comandante, assessorado pelo restante da tripulação. Mas, ao final do processo, fica a certeza de que tanto a decisão, quanto a responsabilidade, são exclusivas desse Comandante.

Portanto, se o julgamento for quanto à dúvida do efetivo cumprimento da manobra, procedimento ou missão, diga NÃO.

É uma palavra difícil de ser dita, mesmo porque fomos forjados ao cumprimento da missão a qualquer custo.

Mas na aviação é diferente:

  • O NÃO pode significar VIDA;
  • O NÃO pode significar o retorno para casa;
  • O NÃO pode proporcionar o reencontro com as pessoas amadas;
  • O NÃO pode proporcionar abraços tenros e beijos carinhosos com seus filhos.

Enfim, se for necessário, e muitas vezes SERÁ, diga NÃO, mesmo que pareça que todos estão contrários à sua decisão. Mas tenha a certeza de que você foi exaustivamente treinado pra isso.

E fica a reflexão:

HOJE, VOCÊ JÁ REFLETIU SOBRE A POSSIBILIDADE DE TER QUE DIZER NÃO ?


Autor: Sandro Vieira Correa, Major da Polícia Militar de Minas Gerais, Comandante e Instrutor de Voo de Helicóptero, 1.300 horas de voo. Oficial de Segurança de Voo do Batalhão de Radiopatrulha Aérea da PM de Minas, Especialista em Segurança Pública e Bacharel em Direito.


- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários