- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Maranhão – A Secretaria de Educação do Maranhão firmou parceria com as Secretárias de Segurança Pública e da Saúde para realizar o 4º Curso de Operador de Suporte Médico. A partir do dia 29 de março, as aulas teóricas estão sendo gravadas nos estúdios da Escola de Cinema do Iema e ficarão disponíveis para os médicos e enfermeiros que trabalham no Centro Tático Aéreo (CTA). As aulas práticas acontecerão nos dias 3 e 4 de abril, no CTA.

O objetivo é capacitar médicos e enfermeiros para realizar transporte aeromédico nas aeronaves, tendo em vista o cenário adverso e o aumento da demanda, em especial do transporte de pacientes com Covid-19. O curso capacitará 60 profissionais do sistema de saúde estadual, que realizarão, após as aulas teóricas, 20 horas de aula prática nas aeronaves do CTA.

Maranhão realizará curso on-line para médicos e enfermeiros que trabalham no aeromédico. Foto: Divulgação.

Após o curso, os profissionais estarão habilitados a desempenharem suas funções a bordo de aeronaves, no transporte aeromédico. O piloto de helicóptero e chefe do Departamento de Instrução do CTA, Major Onildo, destacou a importância do curso e declarou que as bases do CTA do Maranhão estão empenhadas nas ações para ajudar no transporte de pacientes.

“O Curso de Operador de Suporte Aeromédico é um esforço conjunto para qualificar profissionais de saúde para realizar o transporte de pacientes, sobretudo nessa crise da Covid-19. Estamos obedecendo todos os critérios estabelecidos pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e pelo Programa de Treinamento Operacional aprovado pelo CTA. Todas as três bases do MA, localizadas em Presidente Dutra, Imperatriz e São Luís estão empenhadas nessa missão”, ressaltou.

O Secretário da Educação, Felipe Camarão, destacou que é muito gratificante fechar parcerias que facilitam a preparação de profissionais extremamente importantes nesse momento de enfrentamento da pandemia. “Queremos contribuir, com o que for possível, com esse trabalho de enfrentamento da pandemia. E agora, com essa parceria, médicos e enfermeiros, poderão realizar o curso de forma online, por meio da plataforma Maranhão Profissionalizado”, reforçou o secretário.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários