- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Espírito Santo – Quatro vítimas de acidentes graves em municípios do Espírito Santo foram socorridas por equipes do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo (NOTAer) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) desde o último domingo (28). Tais ações são resultado da parceria promovida pelo Governo do Espírito Santo entre os dois órgãos, que possibilitou treinamento conjunto e entrosamento das equipes, resultando em agilidade no transporte de feridos graves com emprego das aeronaves do Estado.

O primeiro socorro na semana ocorreu no domingo (28), em Guarapari, quando uma criança de seis meses, que viajava em um veículo no colo da mãe, foi projetada para fora do carro após uma colisão, vindo a sofrer um traumatismo crânio-encefálico grave. Já na manhã da última segunda (29), no município de Anchieta, um adolescente de 16 anos foi vítima de queimaduras generalizadas na maior parte do corpo e precisou ser trazido com urgência à Vitória.

Núcleo de Operações e Transporte Aéreo e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência trabalham em parceria no ES. Foto: Assessoria de Comunicação/PMES

O terceiro resgate aeromédico ocorreu também em Anchieta, na última terça (30), após uma criança de 11 anos sofrer queimaduras graves após ser eletrocutado quando empinava uma pipa. O brinquedo se enroscou em uma rede elétrica e a criança se vitimou ao tentar desenroscar a linha da pipa do fio elétrico.

Na tarde deste domingo (04), uma adolescente de 12 anos foi transportada de Venda Nova do Imigrante, região serrana do Estado após sofrer uma queda e bater a cabeça quando andava a cavalo, resultando em traumatismo cranioencefálico.

Todas as vítimas foram transportadas pelos helicópteros (Harpias) do NOTAer à Hospitais em Vitória. Durante o transporte as vítimas são assistidas por um médico e um enfermeiro do SAMU, que seguem a bordo da aeronave junto com o piloto e um tripulante operacional do NOTAer.

De acordo com o capitão Quintella, piloto do NOTAer que participou de dois dos quatro resgates ocorridos na última semana, as condições climáticas na rota e os locais de pouso são analisadas antes de cada resgate. “A segurança dos voos é o fator primordial para o NOTAer”, afirmou o comandante.

O médico socorrista do SAMU que participou da ocorrência deste domingo, Thiago Pancini, destacou o entrosamento das equipes e o sucesso da parceria entre o NOTAer e o SAMU. “A sociedade capixaba tem sido a grande beneficiada com a agilidade e eficiência deste serviço altamente especializado”, destacou Pancini.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários