NOTAer/ES auxilia em localização de professor desaparecido

O corpo do Professor de Educação Física Fernando Broggio, desaparecido desde o último sábado (23/3) foi encontrado na tarde desta terça-feira (26/3) em Barra do Riacho, Município de Aracruz/ES. O Núcleo de Operações e Transporte Aéreo da Polícia Militar do Espírito Santo (NOTAer/ES) esteve no local e deu todo o apoio necessário até a chegada das viaturas da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros.

NOTAER-ES

O NOTAer/ES vem trabalhando desde o dia de ontem através de voos que vão da região de Aracruz até o município de Linhares, local onde o professor havia desaparecido. O grupamento aéreo preparado para atuar em situações das mais diversas, para isso a aeronave possui todos os equipamentos importantes para o resgate por terra ou mar.

O Comandante do voo de hoje, Cap Quintela, disse que “a equipe deslocou para a região preparada para enfrentar situações de adversidade, contudo, graças a ação de um pescador não foi necessária uma intervenção mais aguda por parte dos componentes da aeronave”. O comandante disse também que “ao chegarmos à região de Barra do Riacho o pescador, que havia localizado o corpo a aproximadamente 3 Km da praia, tinha acabado de chegar, foi então dado todo o apoio necessário até a chegada das viaturas que realizariam a perícia e as demais providências importantes nesses casos”.

O pescador que localizou o corpo no mar, Sr Antônio José Freitas de 57 anos, e que é pescador profissional há mais de trinta anos disse que estava pescando quando viu algo no mar boiando a uma distância de aproximadamente 40 metros. Nesse momento o pescador contou que se lembrou de ter visto nos noticiários locais a informação do desaparecimento de um professor de educação física em regência.

Sendo assim, o Sr Antônio retornou com seu barco e chegando mais próximo confirmou que se tratava de um corpo. Com os cuidados necessários e após orientação do corpo de bombeiros o Sr Antônio retirou o corpo do mar em seu barco e quando chegou à margem já havia uma viatura da polícia militar esperando, sendo que pouco depois também pousou no local o helicóptero da PM.

Em declaração o Sr Antônio disse: “Estou muito triste e também feliz por ter encontrado o corpo: triste porque gostaria de ter encontrado o homem vivo, aí a alegria seria completa e muito maior e feliz porque sei do sofrimento dos familiares em não saberem o destino da pessoa após um desaparecimento em alto mar. Com certeza também é um alivio e conforto para todos os parentes”

Fonte: PMES

Escreva um comentário

4 × 4 =

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.
Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.

Comentários

comentários