Distrito Federal – Na tarde de quinta-feira (19), uma operação que envolveu rapidez e perícia salvou a vida de uma criança de 1 ano e 2 meses da picada de um escorpião, em João Pinheiro, MG. A corrida contra o tempo teve inicio com a informação de que não havia naquele município o soro adequado ao tratamento e que a vida da criança corria risco.

Equipe multi-institucional formada por integrantes do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU DF) e da Polícia Civil (PCDF) participaram da operação.

Equipe multi-institucional transportou criança vítima de picada de escorpião de João Pinheiro-MG para o Hospital da Asa Norte, DF. Foto: Divulgação.

A equipe decolou do Aeroporto Internacional de Brasília, a bordo do avião XINGU da PCDF, PT-FAX, com destino a cidade mineira de João Pinheiro. A missão foi oferecer suporte avançado de vida a menina de 1 ano e 2 meses, vítima de uma picada de escorpião amarelo.

A aeronave pousou em João Pinheiro às 16h50. A criança apresentava edema em membro inferior esquerdo e escamação no local da picada. A paciente foi embarcada no avião da Polícia Civil e chegou em Brasília às 18h45, onde foi realizada a transferência da criança para o helicóptero Resgate 02 do Corpo de Bombeiros.

Às 19h13 a paciente foi recebida no Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), onde recebeu o soro, passou pelo tratamento e foi liberada.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

vinte − quinze =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.
Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.

Comentários

comentários