Sobre Pilotos e Policiais

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

chpbadge

JORDAN VAN METER
Officer e Piloto
California Highway Patrol Southern Division

Vinte e dois anos atrás, eu decidi que queria ser um piloto de helicóptero profissional. Pedi dinheiro emprestado para o meu pai e comecei meu treinamento de voo no Aeroporto de Carlsbad, perto da minha casa em San Diego, na Califórnia/EUA.

Rapidamente conquistei minha licença de piloto privado em um Hughes 300 e, em seguida, mudei para um Robinson R22 para atingir minhas horas de voo para minha licença de piloto comercial.

Voando com dinheiro curto, optei por voar solo o mais rápido possível apenas para economizar US $ 20 da diferença de ter que voar com um instrutor. Com apenas uma licença de piloto privado e menos de 100 horas de voo, eu fiz pousos e desembarques em áreas não homologadas, voos em espaço aéreo congestionado e frequentes voos com amigos e entes queridos como passageiros !

Eu era um piloto de helicóptero e me sentia invencível. Eu tinha estudado muito e dado o meu melhor. Eu estava confiante nas minhas habilidades e pronto para enfrentar o mundo.

Senti os mesmos sentimentos uns anos mais tarde como um jovem policial da California Highway Patrol (CHP).

Eu tinha acabado de sair da academia CHP e recém chegado às ruas. Eu me dirigia rápido para todas as ocorrências, fazia mais de 100 multas por serviço, prendia bandidos e estava sempre fisicamente em forma. Eu era um policial da CHP e eu me sentia invencível. Eu tinha estudado muito e dado o meu melhor. Eu estava confiante nas minhas capacidades e pronto para enfrentar o mundo.

Contudo, uma coisa surpreendente aconteceu comigo durante essas duas fases da minha vida – eu não morri !

Na verdade, eu devo ter chego muito perto, mas nunca percebi isso.

Eu me lembro da vez que estava voando com um grande amigo quando eu tinha cerca de 90 horas de voo. Voamos a cerca de 15 pés costurando obstáculos no solo em um R-22. Parecia uma montanha-russa!

E no meu primeiro ano de serviço no turno da noite, onde eu e o meu parceiro pensávamos que sabíamos tudo, mas erámos apenas um par de novatos sem noção?

Em ambas as situações, eu não tinha nenhuma experiência, nenhum sexto sentido e sequer pelos na nuca para ficarem arrepiados.

Estou vivo por sorte. Pura sorte e nada mais.

Eu amadureci e fiquei mais inteligente, e agora credito minha sobrevivência a duas coisas que me aconteceram no início da minha carreira policial.

Primeiro, e por mais de uma vez, comecei a ficar com medo da minha falta de juízo. Eu tive de me jogar no chão para não ser atropelado por um carro desgovernado em um acesso de uma rodovia. Uma vez , encontrei uma arma carregada na cintura de um suspeito após ter realizado no mesmo o teste do bafômetro! Meu sentimento de invencibilidade começou a sumir e comecei a ficar mais experiente.

Em segundo lugar, e talvez mais importante , eu fui orientado por policiais mais antigos do meu departamento de polícia. Estes foram os caras que me ensinaram como sobreviver, como fazer as coisas da maneira certa, o caminho ético, o caminho seguro. Eles lideravam pelo exemplo e eu acaba seguindo o exemplo deles. Quando eu estragava tudo com minhas recrutices, eles me agarravam pela nuca e me colocavam no caminho de novo.

Anos mais tarde, quando a minha carreira na unidade de aviação da CHP começou, mais uma vez encontrou bons mentores. Meus principais instrutores de voo na CHP eram um ex-piloto de Apache e um piloto CH-46, ambos veteranos de combate. Eles me ensinaram como fazer as coisas da maneira certa, o caminho ético, o caminho seguro. Eles lideravam pelo exemplo e eu acaba seguindo o exemplo deles. Quando eu estragava tudo com minhas recrutices, eles me agarravam pela nuca e me colocavam no caminho de novo.

Eu e você escolhemos uma carreira onde somos policiais e aviadores. Estas duas carreiras por si só envolvem uma respeitável quantidade de trabalho e treinamento. Cada uma envolve um risco significativo para a sua vida, todos os dias.

Ambas atividades envolvem treinamentos, grandes preocupações com segurança e um grande conhecimento das políticas de segurança. Ambas as atividades envolve fazer as coisas exatamente da forma em que você foi treinado.

Pergunte a si mesmo como você aprendeu a sobreviver como policial e como aviador. Espero que sua resposta não seja livros ou aulas de treinamento. Espero que você tenha aprendido a sobreviver através dos exemplos dos mais antigos, seus mentores, seus colegas, seus instrutores e seus amigos. Eu espero que você tenha aprendido a fazer o certo com aqueles que fazem o certo o tempo todo, mesmo quando ninguém está olhando. Eu espero que você tenha aprendido com aqueles de hábitos saudáveis, seguros e felizes.

Finalmente, a todos os jovens policiais e jovens aviadores, desfrutem da sua ingenuidade. Desfrutem do sentimento de serem poderosos e invencível. Só não se matem !

Finalmente, quando você assustar-se e perceber que talvez você não saiba tudo, encoste em alguém que saiba fazer o certo. Encontre um mentor que lidere por seus exemplo e ações. Imite-os, aprenda com eles.

Um dia, um rosto jovem estará olhando e imitando você.

Autor: Jordan Van Meter, policial e piloto da California Highway Patrol Southern Division.

Tradução e adaptação: Alex Mena Barreto / Piloto Policial. Publicação autorizada pelo autor.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários