Pilotos e tripulantes policiais chineses vão aos EUA para treinamento

Quando uma das maiores forças policiais do globo necessitou pesquisar sobre formas de treinamento de equipes de salvamento, o nome Brim Aviation não era nada conhecido das autoridades de Xangai.

Graças a um associado, no entanto, a empresa de aviação de helicópteros, sediada em Ashland irá agora partilhar a sua experiência, com oito pilotos policiais de Xangai.

É dificil imaginar que a população de Xangai, de 20 milhões de habitantes é 1.000 vezes maior do que Ashland, que a sua força policial com 45.000 membros é o dobro da população de Ashland e que arranha-céus são construídos em conjuntos com tamanho equivalente ao perímetro da cidade de Ashland. No entanto, a entrada da cidade de Xangai no panorama mundial, a cidade – que é uma província chinesa – decidiu modernizar a sua capacidade de operação em resgates aéreos. É onde entra a Brim Aviation, com sede em Ashland.

“Um cara que eu conhecia, disse: Você faz o treinamento, esses caras estão à procura de alguma ajuda, e eu vou colocá-los em contato “, disse Burl Brim, o presidente da empresa de Ashland.

Um acordo foi firmado em setembro de 2009 para três meses de treinamento no oeste dos Estados Unidos, seguido de 30 dias com o pessoal de apoio da Brim Aviation na China e mais uma consultoria para os próximos três anos.

Quatro pilotos e quatro tripulantes foram treinados com as melhores técnicas de rapel, fast-rope, e operação com carga externa humana, juntamente com aulas de primeiros socorros e outras matérias teóricas.

“Eles já estão pilotos de helicóptero”, disse Brim. “Eles estão muito afiados, pessoas treinadas. Nós estamos ensinando-lhes as disciplinas que fazemos. Atualmente, estamos trabalhando com os pilotos sobre a formação de carga externa, a habilidade que você tem que desenvolver para ser capaz de realizar salvamentos com utilização de cordas”.

Tripulantes estão trabalhando no gerenciamento de recursos, treinamento em equipe e técnicas de salvamento específicos.

Brim Aviation, localizada fora do aeroporto de Ashland, opera três McDonnell Douglas 500 e um McDonnell Douglas 600.

Apesar de ter uma densidade populacional de mais de 7.000 pessoas por quilômetro quadrado em Xangai, contra 65 no condado de Jackson, as florestas do Oregon, no entanto, são muito mais densas e Brim disse que é um bom ponto de partida para ensinar dicas de operação de busca e salvamento urbano.

“Nós fazemos muitos trabalhos do tipo urbano”, disse Brim. “Ainda assim, é um ambiente muito semelhante quando você está trabalhando nas montanhas. As áreas confinadas nas árvores simulam muito bem a operação entre edifícios altos”.

A língua não foi uma barreira, ele disse. “Algumas deles são fluentes e outros fizeram cursos de imersão em inglês antes de chegar aqui.”

Brim Aviation vem treinando equipes aéreas há mais de seis anos, principalmente a nível local, mas agora tornou-se referência mundial.

“Este é apenas um início”, disse Brim, observando que têm um longo contrato com Xangai. “Inicialmente, os alunos estão aqui treinando. Logo que terminarem, eles vão voltar e estabelecer seus perfis de missão, as técnicas de patrulhamento e salvamento que se adaptem ao seu próprio ambiente”.


Fonte : MailTribune

Reportagem : Greg Stiles

Site da Brim Aviation : www.brimaviation.com


Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

um + dez =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários