Policial baleado é socorrido por helicóptero da Polícia Militar e suspeitos são presos

Na madrugada de 09/02, por volta das 03h24h, na cidade de Britânia, Goiás, a Polícia Militar foi informada de um roubo a Agência dos Correios e ao chegar no local a equipe foi surpreendida por disparos de arma de fogo.

Um dos disparos atingiu o cabo PAULO CÉSAR RIBEIRO de MASCENA no peito que transfixou seu corpo na altura do pulmão. O policial militar foi socorrido pelos companheiros de serviço e conduzido ao Hospital Municipal para primeiros socorros e encaminhado ao Hospital de Urgências de Goiânia. Posteriormente, o militar foi transferido para o Hospital Vila Nova e seu estado de saúde ainda é grave.

De posse de informações colhidas no local o patrulhamento foi intensificado pelo comando do 4º CRPM, que contou com o apoio do Grupamento de Radiopatrulha Aérea (GRAER), do Serviço de Inteligência do Comando do Policiamento da Capital (CPC/2), do Serviço de Inteligência do Comando de Missões Especiais (CME/2) e da Companhia de Operações Especiais – COE, conseguindo na madrugada do dia 10/02 efetuar a prisão de três pessoas que participaram do crime, dentre elas duas mulheres

Um dos presos é foragido da justiça do Estado do Tocantins e portava uma pistola .380, tendo confessado participação no crime. Uma das mulheres é esposa de um preso do regime semi-aberto que também teve participação no crime. Os presos foram encaminhados para o Departamento de Polícia Federal em Goiânia.

Fonte: PMGO.

4 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde!

    Gostaria de saber se o policial não estava usando colete balístico.
    Parabéns pela atuação no socorro e prisão dos autores.

    Sgt Isidoro
    Trip. Operacional MG

  2. Que este irmão volte logo restabelecido para sua família e amigos, mas também que seja assunto a ser comentado na formação de novos policiais quanto a importância do uso obrigatório do colete em serviço e que se tenha atenção ao prazo de validade dos mesmos, pois sabemos que mais de 60% dos coletes que são usados por policiais tanto militar quanto civil, ou estão com prazo de validade vencidos ou mal acondicionados.

  3. Espero que o companheiro volte logo ao seio de sua família e ao serviço operacional também, mas o uso do colete é obrigatório, mas devemos levar em conta as condições de serviço também, será que a vtr possui condicionador de ar? Parece simples, mas o calor intenso, o stress do serviço e tudo que ocorre em volta só facilita a desidratação e a vtr sem condições para o clima quente, realmente entendo a retirada do colete, mas outra questão é levantada, qual o calibre do projetil.

    Abraços e que o colega tenha uma recuperação rápida.

    Giovanni Matiuzzi Zacarias – Cap BM
    BOA/CBMSC

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

dez − 7 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários