- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

África Oriental – As chuvas intensas de março a maio de 2020 resultaram em inundações e deslizamentos de terra em muitas partes do Quênia, deixando milhares de famílias desabrigadas. A Fundação Airbus, a Airbus Helicopters e a Airbus Defense and Space ofereceram apoio à Cruz Vermelha do Quênia (KRCS).

Até o momento, aproximadamente 170.000 pessoas de 43 municípios foram afetadas. A maioria das comunidades estão no oeste do Quênia, costa, fenda norte e sul e região central, especialmente quem vive em áreas remotas, limitando o acesso da Cruz Vermelha.

As chuvas também causaram danos às rodovias e nas comunicações dos municípios de Garissa, Tana e Kajiado, limitando severamente o apoio humanitário realizado por terra. Para identificar as áreas afetadas que precisavam de ajuda, a equipe solicitou acesso às imagens de satélite e apoio aéreo de helicóptero.

Fundação Airbus apoia Quênia com imagens de satélite e transporte de materiais durante fortes inundações. Foto: Airbus.

A Airbus Defense and Space realizou uma avaliação das áreas afetadas, usando imagens dos satélites ESA Sentinel-1 e 2 e satélites Airbus Pléiades. As imagens resultantes ofereceram uma avaliação detalhada do impacto total das inundações em áreas isoladas.

Como resultado, o KRCS pôde considerar rotas de acesso e áreas prioritárias, desenvolver ações imediatas, bem como determinar o nível do desastre. Além disso, duas missões realizadas pela Airbus Helicopters forneceram suporte adicional.

Um helicóptero H125 da Tropic Air Kenya, transportando o pessoal da KRCS, conduziu uma missão de avaliação aérea em Garissa e Tana River County e também realizaram entrega de aproximadamente duas toneladas de itens de sobrevivência à comunidade de Pakase, no condado de Kajiado. Lá, mais de 200 famílias ficaram isoladas por quase duas semanas.

“A ajuda humanitária fornecida pela Airbus Helicopters e pela Airbus Defense and Space atendeu à necessidade imediata de sobrevivência”, explica Laurie Ceccan, da Fundação Airbus. “Essa colaboração demonstra efetivamente como uma abordagem unificada pode fornecer ajuda humanitária de maneira eficiente e eficaz”, complementou.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários