Reforço no policiamento do Rio de Janeiro vai chegar pelo alto

PM ganhará 16 helicópteros para vigiar o Rio. Primeira aeronave chega em janeiro.

Rio de Janeiro – A partir de janeiro, o Rio ganhará proteção dos céus. De olho na Copa do Mundo de 2014 e na Olimpíada de 2016, uma frota de helicópteros comuns e blindados, já em processo de compra, vai reforçar o patrulhamento aéreo da Região Metropolitana da cidade. O projeto prevê a aquisição para o Grupamento Aéreo e Marítimo (GAM) da Polícia Militar de 16 aeronaves, que vão permitir vigiar as vias expressas, bairros e favelas.

“O uso do helicóptero no patrulhamento permite baixar os índices de violência, já que a presença dele inibe a ação de criminosos. Sem contar que este recurso como apoio permite a redistribuição das viaturas, aumentando a área de atuação e a eficácia do policiamento”, define o comandante do GAM, Coronel Eduardo Ribeiro.

Semana passada, O DIA acompanhou uma manhã de patrulhamento do GAM nas zonas Norte e Oeste e no Centro. Saindo da base do grupamento, em Niterói, a aeronave modelo Esquilo chegou à Avenida Brasil em poucos segundos. Em apenas dois minutos, já sobrevoava Bangu e, na sequência, foi para o Méier checar informação recebida pelo rádio sobre o bloqueio numa rua onde ocorria manifestação.

Pendurados nas laterais do helicóptero, que transporta até seis passageiros, PMs armados com fuzis ficavam atentos à movimentação lá embaixo. “Passamos próximos para ter melhor visualização e compreensão do que se passa. Dá para ver as pessoas, as casas, a movimentação nas ruas e carros, tudo”, frisou um dos sargentos que monitoram a cidade do alto.

Patrulhamento na Linha Amarela: vias expressas como prioridade | Foto: Alessandro Costa / Agência O Dia

Seis dos helicópteros da nova frota serão Esquilos — leves e com o tamanho adequado para o patrulhamento. Todas as aeronaves receberão pintura chamada de Natu Green, uma tonalidade de verde que, dependendo do ângulo que se vê, muda de cor. É uma espécie de camuflagem para se adaptar a todo tipo de ambiente e dificultar a visualização pelos bandidos.

À espera do “Sapão”

Hoje, o patrulhamento ocorre duas vezes por dia, com as duas aeronaves da corporação. As vias expressas são prioridade para evitar ataques de criminosos. Desde que um helicóptero idêntico foi abatido por traficantes do Morro dos Macacos, ano passado, a norma é evitar rotas que cruzem favelas com modelos sem blindagem. “Mas com a chegada dos novos aparelhos, principalmente dos blindados, não terá local onde os helicópteros da polícia não possam passar”, diz o comandante Eduardo.

As aeronaves blindadas, do modelo Bell Huey 2, têm custo aproximado de R$ 6,9 milhões cada. Uma delas, americana, já batizada pelos PMs de ‘Sapão’, chegará ao GAM em janeiro. O aparelho receberá blindagem em toda a sua estrutura e transporta até 15 policiais. Também foi escolhido o modelo Black Hawk, com blindagem para suportar tiros de fuzil 7.62. Mesmo atingido, consegue pousar com segurança, já que possui duas turbinas. Os dois helicópteros serão usados tanto em ações de apoio ao Batalhão de Operações Especiais (Bope), quanto no resgate a vítimas de calamidades.

Arte: O Dia

Outra novidade atende pelo nome de ‘PMCop’. Serão aeronaves equipadas com câmeras de alta definição, capazes de monitorar vários pontos da cidade. A ideia é que esses helicópteros façam uma espécie de ‘Big Brother’ aéreo, captando imagens para identificar, ainda mais rápido, os crimes ocorridos. Os aparelhos também são blindados.

“Com esse recurso, poderemos analisar o que está acontece e definir a melhor ação a ser desempenhada. Os policiais já chegarão na ocorrência com a noção exata do que se passa e do que ele deve fazer. Até 2013, estaremos operando”, disse Ribeiro. As câmeras conseguem filmar, com precisão, pessoas armadas e até placas de carros.

A parte marítima da unidade também vai reformular o patrulhamento, feito hoje com sete lanchas para evitar que bandidos utilizem a Baía de Guanabara. “Estudamos a aquisição de embarcações, mais leves, rápidas, com manutenção mais simples, para agilizar o patrulhamento até 2016”, disse o major Rodrigo Sanglard.

Imagens geradas para Central de Inteligência

Na futura sede do GAM, dentro do Centro de Operações Especiais (Ceop), em Ramos, as imagens captadas pelas aeronaves serão analisadas, em tempo real, por profissionais do novo Centro de Comando e Controle da PM. Nesse núcleo, o setor de Inteligência da corporação terá acesso aos vídeos, por meio de modernos programas de computador, permitindo que a cúpula da segurança acompanhe as ações da polícia e defina o andamento delas.

No quartel, também será montada uma nova sala de rádio para apoiar as aeronaves de patrulhamento. A PM quer voltar a sintonizar na mesma frequência todos os batalhões, para melhorar a comunicação entre as unidades. Do alto, quando avistarem um crime, os pilotos poderão acionar por rádio as viaturas mais próximas do local.


Fonte: O Dia, por Vania Cunha


7 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns a nossa Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro por entender que radiopatrulhamento aéreo preventivo se faz com investimentos em tecnologia e segurança!

    Parabéns ao Comandante do GAM, CEL Eduardo Luiz e a cúpula da PMERJ, por transformar a realidade do nosso Grupamento Aéreo e Marítimo para melhor!

    Att,

    MAJ PMERJ Rodrigo Duton – PCH
    AEAP/DFNSP

  2. Ainda acho pouco para o que a polícia precisa, mas já é um avanço em termos de segurança aos profissionais que auxiliam nas incursões pelo ar. Seria necessário também um aparato moderno em veículos também blindados para que fosse efetivo o pleno uso desses aparelhos. Parabéns pela iniciativa e pelo empenho em tentar melhorar o serviço da segurança pública.

  3. Época de eleição é complicado acreditar no que andam dizendo por aí. Cada um aparece com um “projeto perfeito” que resolverá todos os problemas do mundo. Essa notícia me parece mais proposta eleitoreira do que um projeto de verdade. A começar pelos valores. Huey e Esquilo novos saindo por esse preço?

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

17 − dez =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários