Robinson Helicopters anuncia versão R66 Police

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

A Robinson Helicopters lançou em seu site as especificações da nova versão “Police” de sua aeronave R66 Turbine. O R66, o primeiro helicóptero do fabricante equipado com uma turbina, tem atualmente uma carteira de 380 pedidos, sendo que já foram entregues mais de 100 aeronaves a diversos clientes no mundo.

A aeronave demonstradora na versão Police, registrada como N660PD, é a 101º fabricada. Ele demonstra a possibilidade de integração com diversos acessórios e aviônicos essenciais a operação policial, como sistema de imageamento térmico FLIR Ultra 8000 em um suporte no nariz da aeronave, farol de busca, monitor interno de LCD, entre outros opcionais.

A Robinson Helicopter destaca as características de desempenho da nova aeronave, equipada com uma turbina Rolls Royce RR300, como três horas de autonomia e velocidade de cruzeiro acima de 125 kt e peso máximo de decolagem de 1.225 kg.

Outra estratégia de propaganda do fabricante e inovador é tornar público seus custos de aquisição da aeronave e acessórios individualizados, bem como o custo estimado de operação da aeronave, tudo em seu site.

Veja aqui o folder de especificações do R66 Police

Veja aqui o custo de aquisição da aeronave R66  e acessórios

Veja aqui o custo estimado de operação do R66 Turbine

- Anúncio -

5 COMENTÁRIOS

  1. Preço muito interessante, em especial o custo do sistema de imageamento térmico FLIR Ultra 8000, dentro do pacote oferecido, e o “up grade” para o Ultra 8500 com o adicional de US$ 105.200,00.
    Com a palavra os representantes da marca no Brasil, visando esclarecer a incidência de impostos, taxas de importação, frete, etc… e o custo mais elevado.

  2. Ótima matéria…parabéns ao Piloto Policial! Fica a opção de mais uma aeronave para as atividades de Segurança Pública. Agora…cada OASP (Organização Aérea de Segurança Pública), deverá analisar seus indicadores de gestão e com base em um Planejamento Estratégico….definir se tal aeronave servirá e está alinhada à Missão da OASP.
    Abraço
    Cap Baracho

  3. Façam uma análise e perceberão que para os voos policiais essa aeronave oferece uma operação pela metade do custo das que estamos acostumados a utilizar, porém, talvez não se aplique a todas as operações (salvamento, aeromédico…). Isso significa que uma avaliação por parte dos Gestores da OASP, será fundamental para definir se compra ou não.
    O que vai facilitar essa decisão é que cada OASP, conheça profundamente os seus processos produtivos….
    Abraço a todos
    Cap Baracho

  4. Entendi que o valor de US$ 47.000,00 corresponde a troca do sistema Flir Ultra 8000 pelo Flir Ultra 8500, que possui os mesmos sensores do Ultra 8000 (IR + CCD + Low Light) mais o auto-tracker. Já o valor de US$ 58.200,00 corresponde à troca do sistema Flir Ultra 8000 pelo Flir Ultra 8500XRT (extended range) que, além do auto-tracker, possui extensor de 1,8 x no sistema ótico da câmera IR que aumenta o alcance da câmera 1,8 vezes (objetiva de 450 mm contra 250 mm do sistema Ultra 8000/Ultra 8500).
    Com relação aos impostos e taxas de importação, acredito que a aeronave pague uma alíquota única incluindo todos os equipamentos embarcado. Os revendedores da Robinson poderão fornecer mais detalhes quanto a esta questão.
    Acho interessante observar também entre os opcionais o sistema de transmissão digital de vídeo, que acredito ainda não deva ser homologado pela ANATEL, e o sistema de moving map UC-5100 da Aerocomputers. Seria interessante saber se este sistema já vem integrado à câmera Flir para mostrar a linha de visada da câmera no mapa móvel, o que permitiria à tripulação ver o endereço do local para onde a câmera está apontando.

    Edward Starr
    Grupo MKR
    Representante Flir Systems no Brasil

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários