SAER/SC faz transporte órgãos para transplante pelo 2.° dia consecutivo

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Florianópolis – A Polícia Civil, por meio do seu Serviço Aerpolicial (SAER/SC), fez, no dia 18/12, pelo segundo dia consecutivo e terceiro nesta semana, mais um transporte de médico e órgãos humanos. A iniciativa faz parte de uma parceria da Polícia Civil Catarinense com entidades médicas do Estado (SC Transplante). Estes órgãos, rins e fígado, foram transplantados em pacientes da lista de espera, abrangendo pacientes de Florianópolis e Blumenau.

saer1

O SAER foi acionado às 8h e deslocou-se para o Hospital Universitário da Capital (HU), onde embarcou a equipe médico e prosseguiram voo para Lages (Hospital Nossa Senhora dos Prazeres), onde foram captados os órgãos que seriam doados. Em Lages, os médicos permaneceram pelo o período de 4h, para a retirada dos órgãos. Às 14h, a aeronave decolou imediatamente, com os órgãos doados, para o Hospital Santa Izabel, em Blumenau, onde foram entregue os rins. De Blumenau, o helicóptero seguiu em direção ao HU, em Florianópolis, onde foram desembarcados os médicos especialistas em transplante, com o segundo fígado que seria transplantado.

“Nestas situações delicadas de transplante de órgãos, a velocidade do transporte é de extrema importância, pois há um tempo máximo para que cada tipo de órgão seja captado e transplantado com sucesso e órgão possa ser aproveitado” ressaltou o piloto do SAER, Agente de Polícia Civil Jorge Safe.

saer2

SC líder em doações

Segundo a Associação Brasileira de Transplantes de órgãos (ABTO), neste ano já foram (até o dia 10 de dezembro) 186 órgãos doados em Santa Catarina, um número superior ao de 2013. No Estado catarinense, no primeiro semestre deste ano, foram registrados 27,8 doadores de órgãos para cada milhão de habitantes, o dobro do registrado como média nacional, e o líder em relação aos outros estados do País.

A solidariedade dos catarinenses é um ponto importante por atingirmos estes números, segundo o Coordenador de Transplantes da ABTO, Joel de Andrade. Este sentimento de servir, proteger e ser solidário vai ao encontro da declaração do policial civil Thiago Fernando Reis: “Parabenizo a toda equipe do SAER pelo bom trabalho e, sobretudo, à Delegacia Geral por ter implementado esse projeto também no Oeste catarinense. Ações que ajudem a salvar a vida de pessoas sempre estarão na prioridade de nossas ações como instituição, servidores públicos e seres humanos”.

Fonte: Polícia Civil/SC

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários