Serviço de Apoio Aéreo do DEIC da Polícia Civil do Rio Grande do Sul em ação

- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

No início do 2º semestre de 2013, além das missões de apoio aéreo nas operações vinculadas a atividade de Polícia Judiciária, o Serviço de Apoio Aéreo do DEIC da Polícia Civil do Rio Grande do Sul foi acionado para atuar subsidiariamente em duas situações.

A primeira foi uma solicitação da Delegacia de Polícia Regional de Gramado para auxílio nas buscas do jovem Marcelo Luis Kist que havia desaparecido no canyon do Itaimbezinho, com suspeitas de que tivesse cometido suicídio, face às evidencias apuradas na investigação.

Decolagem

A equipe deslocou até o município de Cambará do Sul no dia 30 de junho de 2013 e no local demarcado onde foi localizada a mochila do jovem, foram realizadas buscas no interior do canyon com uma equipe de bombeiros de Caxias do Sul, com o helicóptero AS-350B3e, prefixo PR-HPC, código operacional Gavião UNO.

Na manhã do dia 1º de julho de 2013, a equipe deslocou novamente até o Parque Nacional Aparados da Serra. No local, após reunião prévia, deliberou-se pelo transporte dos bombeiros do Grupo de Busca e Salvamento(GBS) de Porto Alegre que se encontravam no local, até o fundo do canyon, com desembarque e resgate dos mesmos à tarde. Nesse período, a equipe realizou uma varredura por terra. Esse auxílio direto evitou uma caminhada de seis horas para chegar até o local e de mais seis horas para retornar, viabilizando a busca no mesmo dia.

Igualmente, foram realizadas buscas na área do Parque com os técnicos do IBAMA. Infelizmente, o jovem não foi encontrado. O Corpo de Bombeiros de Santa Catarina também apoiou a operação, por terra e por ar, assim como o Batalhão de Aviação da Brigada Militar.

A segunda foi transporte de uma criança de oito(8) anos do município de Tramandaí para a Cidade de canoas, na região Metropolitana de Porto Alegre. A equipe foi acionada pelo regulador Estadual do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência(SAMU) sobre a necessidade de transporte urgente face o seu estado de saúde.

Foi coordenado com o Hospital de Tramandaí o pouso ocasional no campo de futebol do quartel da Polícia Militar, que fica próximo ao hospital. O local é cercado e há limitação de acesso de pessoas, evitando aproximações desnecessárias da aeronave.

A vítima foi transportada em maca rígida, com tamanho que permite o fechamento das portas traseiras do helicóptero AS-350B3e, com a assistência de um médico e um enfermeiro.

O destino da vítima foi o Hospital da Ulbra, no município de Canoas, com pouso ocasional no campo de futebol do Campus da Universidade Luterana, igualmente próximo do hospital.

Fotos das duas ações em anexo:

Fonte / Fotos: SAA DEIC/RS

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários