Soldado morre durante o 4º TOM-M do CIOPAer/MT

O soldado da Força Nacional da Polícia Militar de Alagoas Abinoão Soares de Oliveira morreu após uma atividade física do 4º TOM-M do CIOPAer/MT (Curso de Tripulante Operacional Multimissão ministrado pelo Centro Integrado de Operações Aéreas/MT), realizada na manhã deste sábado (24/4/10), em um clube de golf na Estrada do Lago Manso, em Cuiabá.

Soldado Abinoão morreu de hipotermia durante treinamento de salvamento aquático (Foto: Divulgação)

Outros dois policiais militares e uma bombeira passaram mal e foram socorridos no local e levados de helicóptero para o Pronto Socorro Municipal da capital matogrossense, onde permanecem internados. Os três não correm risco de morrer.

Segundo a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), os quatro participavam do curso de Tripulante Operação Multimissão (4º TOM-M), que visa capacitar profissionais da segurança pública para atuar em aeronaves de resgate, busca e salvamento, combate a incêndio e ocorrências policiais.

Foram instaurados um inquérito civil e outro militar para apurar as causas do acidente. Diógenes Curado Filho, secretário da Sejusp, disse que o curso foi suspenso e todas as medidas administrativas já foram tomadas. O curso tem duração de dois meses e meio e começou na quarta feira (21) com 25 policiais militares, civis e bombeiros participantes.

Momento do resgate de Abinoão. Bombeiros prestam primeiros socorros e, depois, o levam para o PS
Momento do resgate de Abinoão. Bombeiros prestam primeiros socorros e, depois, o levam para o PS

“Solicitamos um delegado especial da Polícia Judiciária Civil para medidas processuais de inquérito imediato e vamos apurar tudo que aconteceu. O curso estava sendo ministrado por profissionais capacitados.”

Curado informou ainda que o curso é formatado por órgãos federais e é procurado por servidores de segurança pública de outros estados. “É um curso necessário para o profissional que exerce ação de tripulante operacional.”

De acordo com Alexandre Bustamante dos Santos, secretário-adjunto da Sejusp, o corpo do soldado morto será levado para Alagoas, ainda neste sábado, em uma aeronave da Polícia Federal.

Registro mostra Abinoão durante o treinamento que culminou em sua morte .
Registro mostra Abinoão durante o treinamento que culminou em sua morte .

Segundo reportagem publicada no Jornal de Alagoas, o soldado morreu após não resistir ao intenso treinamento de Tripulante Operacional Multimissão, ocorrido na cidade de Cuiabá, em Mato Grosso. Pelo menos foi esta a primeira versão divulgada logo após a confirmação da morte. Ele pertencia ao quadro da PM de Alagoas, mas estava à disposição da Força Nacional desde 2007.

Familiares, amigos pessoais e policiais militares velam o corpo do soldado na Central de Velório, no Prado, desde as primeiras horas deste domingo. Segundo os parentes informaram, o sepultamento está marcado para as 15 horas, no Cemitério de São José.

O treinamento era de mergulho e estava sendo executado na lagoa do condomínio Terra Selvagem Golfe, que fica no município de Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso.

Momento do embarque no helicóptero do CIOPAer.
Momento do embarque no helicóptero do CIOPAer.

Informações de testemunhas dão conta que o militar passou mal e foi socorrido às pressas por paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e por integrantes do Corpo de Bombeiros. No entanto, o quadro de hipotermia foi se agravando e Abinoão não resistiu e morreu enquanto era transportado de helicóptero para o Pronto Socorro Municipal de Cuiabá.

No entanto, pessoas que estavam no local no momento em que o helicóptero pousou ao lado do Pronto Socorro afirmam que o policial caiu quando era retirado da aeronave. Em vídeo feito por uma testemunha, que presenciou a queda, fica visível que Abinoão foi colocado em uma maca improvisada, sem ataduras, o que teria provocado a queda.

Aproximadamente uma hora após a coletiva, o corpo do rapaz já havia sido liberado pelo Instituto Médico Legal (IML). Segundo o laudo assinado pelo médico legista, Antônio Preza, a morte teria sido causada por asfixia mecânica.

O soldado aprendia, nesta capacitação, a atuar em operações de salvamento aquático.

Saiba Mais: 6 anos após morte de soldado em treinamento, família cobra Justiça

Fonte : G1.

20 COMENTÁRIOS

  1. Com profunda tristeza que soube da morte do Sd PMAL ABINOÃO. Tive o prazer de trabalhar com ele na Assessoria Especial de Aviação Policial da Força Nacional no ano passado.Excelente profissional, leal e companheiro, sempre disposto a ajudar.Deixa uma lacuna imensa nos que conviveram com ele. Peço a Deus que console sua família e seus amigos.
    E como minha última homenagem, deixo um brado que costumeiramente ele dizia: FORÇA!

  2. Face a triste ciscunstância, os Tripulantes Operacionais Policiais e de Defesa Civil da CGPA/SEJUSP-MS(Mato Grosso do Sul), manifestam solidariedade e oferecem suas preces e condolências aos familiares e amigos pelo valoroso colega que perdeu sua vida no exercicio de suas funções e na bucas de seus sonhos e edeais.

    Suplicamas as bençãos de Deus em favor da familia enlutada e de toda a aviação de segurança pública e defesa civil do nosso país (da qual nos honramos pertencer).

    Que a vida do Sd PMAL Abinoão Soares de Oliveira seja celebrada e sua morte como ato de bravura, jamais esquecida na mente dos que na terra permanecerem.

    Mesmo na provação e na experiência da cruz, nos inspiremos nos ensinamentos do Apóstolo Paulo e repetimos: “Tudo concorre para o bem dos que amam a Deus” (Rm 8,28)

    Neusivan Fonseca do Nascimento Gomes – Sgt PMMS
    Sargenteante dos Tripulantes Operacionais
    CGPA/SEJUSP-MS

  3. AOS AMIGOS E FAMILIARES DO GUERREIRO-DO-AR, MEUS SINCEROS PÉSAMES.
    À AUTORIDADES DO MATO GROSSO, MINHA SOLICITAÇÃODE QUE TUDO SEJA DEVIDAMENTE ESCLARACIDO, A FIM DE QUE NÃO RESTE DÚVIDA DAS CIRCUNSTÂNCIAS EM QUE ACONTECERAM O FALECIMENTO.

    FIQUEM COM DEUS !!!

    CAP PMPE ROMILDO.

  4. É com profundo pesar que tomamos conhecimento de mais uma fatalidade em cursos operaionais. Muitos treinamento precisam ser repensados, principalmente na área de Resgate Aquático, onde já tivemos outras ocorrências deste tipo. Aos Familiares e amigos, nossos sentimentos.
    “OPERAÇÕES AÉREAS!”
    PRF C. NEVES, OPERADOR DE EQUIPAMENTOS ESPECIAIS
    DIVISÃO DE OPERAÇÕES AÉREAS
    DEPARTAMENTO DE POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL
    BASE NORDESTE – RECIFE/PE

  5. ISSO E RIDICULO LEVAR POLICIAIS A BEIRA DA MORTE NUM TREINAMENTO ESSE RANÇO MILITARISMO , NA POLICIA MILITAR TEM ACABAR ! O MINISTERIO PUBLICO VAI ACOMPANHAR CASO INSTRUTOR , MONITOR TEM SER RESPONSABILIZADOS DIGO ATE PELO CRIME DE TORTURA , OS PROMOTORES NAO DEIXARAO ASSIM !!!!

  6. Aos familiares e amigos meus sentimentos. Que Nosso Senhor lhes traga conforto e sabedoria para lidar com tão triste acontecimento!

    Aos coordenadores do respctivo curso,
    …que as responsabilidades sejam apuradas com rigor para que tal “fatalidade” não se repita por conta da vontade ou provável experiencia dos organizadores de tal instrução que eram além de outras coisas, responsáveis pelo retorno destes profissionais aos seus lares e a suas familias!

    Edmar

  7. Nada, nada justifica a morte de um ser humano em treinamento. Assassinos covardes. O bem principal é a vida. Não poderia ter chegado a esse ponto.

  8. Segundo estudos F.B.I Policia federal Norte Americana o aluno Policial colocado sob-alto STRESS fica com Traumas que depois nas ruas cai seu Remdimento em 50 Porcento CHAMADO -STRESS POS TRAUMATICO ! Acho que a Policia Brasileira deveria Mudar sua metas de ensino onde nao e Primeira vez que um Policial perde a vida em Treinamentos ! A Policia civil e Mnisterio Publico Estadual devem investigar e PUNIR RIGOROSAMENTE OS RESPONSAVEIS !

  9. Tive a oportunidade de trabalhar com o amigo Abinoão no na missão da Força nacional no RJ digo que perdemos um guerreiro vibrador. peço que não façamos pré-julgamento, mas aguardemos uma investigação imparcial. É preciso identificar as falhas para que novas vidas não sejam ceifadas. Meus pêsames à sua família, Abinoão, e que vc continue conosco, guiando nossos passos em nossa árdua missão.
    2º Sgt BOPE/PMSC Sérgio

  10. Lamento o ocorrido com mais um profissional da segurança pública. Pugno para que o fato seja rigorosamente investigado e caso haja culpados, que os mesmos sejam punidos exemplarmente. acho que os cursos operacionais deverão ser repensados, principalmente no tocante à necessidade de serem realizados determinados treinamentos, tais como os que ceifaram as vidas do Soldado Abinoão,neste episódio, e em outra situação, do Sargento Bombeiro Nunes, no curso de mergulho dos bombeiros de Brasília em 2008. Que esses lamentáveis acontecimentos não sirvam apenas para incrementarem as estatísticas e para punirem instrutores, caso tenham culpa, mas também, que os organizadores e idealizadores de cursos operacionais, tirem dessas fatalidades ensinamentos, objetivando evitar acidentes com perdas desnecessárias de vidas humanas.

    Meus sentimentos aos familiares, colegas de trabalho e amigos.

    Edwillams Oliveira
    Cmte de Helicópteros
    Polícia Rodoviária Federal
    Divisão de Operações Aéreas
    Base NE – Recife PE

  11. COM CERTEZA TEM CULPADO SIM ! METADOS ULTRAPASSADOS E CAVEIRA ETC ETC PURA BESTEIRA !POLICIAL TEM ESTUDAR DIREITO , TER TREINAMENTO FISICO ACONPANHADO DE PESSOAS FORMADAS COM 3 GRAU EM EDUCAÇAO FISICA ,MEDICOS E PSICOLOGOS A POLICIA BRASILEIRA TEM QUE SE PROFISSIONALIZAR SE QUISER GANHAR BEM !

  12. Eu estava tambem no curso mas tive esgotamento fisíco na 2º noite pois foi muito puxado ai a minha pressão baixou e pessoal do socorro que era do corpo de bombeiro me diagnosticou mas antes quando ainda estava lá vi os alunos 06/20 serem vítimas exageradamentes em trotes e agredidos com chutes e varadas até pedirei para irei embora… e também trotes descomunais contra as alunas 07/12 por serem femeninas sem fudamento e isso era para ser um curso técnico imaginem só se não fosse morreriam mais! Santo DEUS do céu so queriamos uma melho nosso quadro profissional e estamos sujeito a morrer ai não dá…

  13. ESTA FATALIDADE QUE ACONTECEU SERVE DE EXEMPLO PARA TODOS TRIPULANTES COBRAR MAIS TREINAMENTOS DE NOSSOS CORDENADORES E PASSAR NOVOS CONHECIMENTOS DO DIA-DIA DE TODOS QUE FAZEM PARTE DOS CONTRO INTEGRADO DO BRASIL PENSEM E VEJAM COMO PROFISSIONAIS QUE SOMOS E A TODOS QUE DUES ESTENDA SUA MÃO PROTGENDO TODOS DO INIMIGO.

  14. Morrer em combate pode ser glorioso, mas em treinamento é, no mímimo,irresponsabilidade dos arcaicos instrutores que valorizam a tortura em detrimento da qualidade de ensino.

  15. È com profunda tristeza que hoje dia 23/07/18 que recebo a lamentável noticia DA MORTE de ex irmão de farda,pois bons os dias em que trabalhamos juntos na forças armadas eu como recruta e ele como oficial,deixo aqui meus sinceros lamentos de dor e pesar

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

18 + 1 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários