- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Brasil – Além das aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) e das empresas aéreas, as aeronaves das Unidades Aéreas da Segurança Pública de todo o Brasil estão participando da logística de distribuição das vacinas contra a COVID-19.

Em apoio ao Ministério da Saúde e às Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, Unidades Aéreas dos Corpos de Bombeiros Militares, Polícias Militares, Polícias Civis estão participando dos trabalhos. O avião Embraer 145 da Polícia Federal também participou.

Em Santa Catarina o avião Arcanjo 02 do Batalhão de Operações Aéreas (BOA) do Corpo de Bombeiros foi responsável pela distribuição de 16 mil doses no Oeste e Extremo Oeste do Estado. Na Bahia chegaram 376.600 doses e foi encaminhada para a sede do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (GRAER), onde foi montada estrutura para recebimento e armazenamento temporário do imunizante.

O envio das vacinas para o interior do estado está sendo feito por nove aeronaves, inclusive do GRAER. Nesses locais, 243 caminhões, vans e outros veículos farão o transporte do imunizante para os demais municípios.

Em Minas Gerais, a frota do Corpo de Bombeiras também auxiliou na entrega das vacinas. Mais de 560 mil doses do imunizante chegaram ao estado mineiro na noite de segunda-feira (18). Dois helicópteros e um avião da Corporação iniciaram a distribuição das vacinas. A primeira aeronave que decolou foi um avião Caravan, transportando vacinas para as cidades de Governador Valadares, Teófilo Otoni, Pedra Azul e Uberaba.

Em seguida, dois helicópteros do Corpo de Bombeiros, voaram para as cidades de Manhuaçu, Coronel Fabriciano e Diamantina. Aeronaves do Comando de Aviação do Estado (COMAVE) também transportaram doses da vacina para outras regiões do estado.

O Mato Grosso recebeu 65,7 mil doses da vacina para distribuição em 14 polos regionais. Na ação as seis aeronaves do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAER) serão empregadas para distribuição das vacinas.

No Paraná, o Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) realizou a entrega de vacinas no litoral paranaense em conjunto com a Secretaria Estadual de Saúde e Primeira Regional de Saúde em Paranaguá.

O helicóptero Falcão 03 da Base Litoral realizou a entrega das vacinas contra a COVID-19. Foram transportadas as vacinas para os municípios de Guaraqueçaba, Antonina, Morretes, Pontal do Paraná, Matinhos e Guaratuba.

Alagoas recebeu lote com mais de 70 mil doses e os helicópteros da Segurança Pública do Estado também foram utilizados para a distribuição das vacinas. O médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) Reginaldo Melo, e que também integra a equipe de resgate do Falcão 05 do Grupamento Aéreo, foi um dos primeiros profissionais da saúde que recebeu uma dose da vacina.

O Maranhão recebeu do Ministério da Saúde 164.240 doses da vacina e com o apoio do Centro Tático Aéreo (CTA), iniciou a distribuição das vacinas a 217 municípios. São três aviões e três helicópteros fazendo o trabalho.

Em Rondônia cerca de 50 mil doses foram entregues por avião da FAB e também contam com o apoio do avião do Grupamento de Operações Aéreas (GOA) do Corpo de Bombeiros para distribuição das vacinas.

No Rio de Janeiro também acontece a distribuição das vacinas aos 92 municípios do estado. As doses estão sendo transportadas em vans, caminhões e nos helicópteros da Polícia Militar (GAM), Polícia Civil (SAER) e do Corpo de Bombeiros (GOA).

O Ceará também está utilizando as aeronaves da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (CIOPAER) para realizar a distribuição das primeiras 218 mil doses da vacina recebidas. O primeiro voo foi realizado pelo helicóptero Fênix 05 para os municípios de Quixadá, no Sertão Central. Logo após, a aeronave seguiu para Limoeiro do Norte, Russas e Aracati.

Na região Norte, a Fênix 09 realizava o transporte para as cidades de Camocim, Acaraú e Brejo Santo. No total, a CIOPAER voou 1.085 km, em um total de 6h51min de voo.

Em Sergipe, a distribuição das 48.000 doses recebidas do Ministério de Saúde também terá apoio do Grupamento Tático Aéreo (GTA), que já entregou lote nos municípios do sertão sergipano: Canindé de São Francisco, Nossa Senhora da Glória e Porto da Folha.

No Pará, o Grupamento Aéreo de Segurança Pública (GRAESP) utilizou o avião modelo Caravan para transportar as primeiras 17.725 doses da vacina. As Unidades Aéreas Públicas estão sendo empenhadas em todo o país, participando da logística de armazenamento e distribuição das vacinas aos municípios.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários