- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

TC QOPM MÁRCIO LUIZ RAMOS PEREIRA
TC QOPM JOSILEI ALBINO GONÇALVES DE FREITAS

Trabalho Técnico-Científico/ Profissional apresentado como requisito de conclusão do Curso de Altos Estudos da Polícia Militar do Distrito Federal – ano 2011. Orientador: TC QOPM Wanderley F. Nunes

RESUMO

Este trabalho se propõe a analisar as condições operacionais em que se processam as operações aéreas a baixa altura com carga externa viva, especificamente Rappel e Mc Guire.

macguire

Por intermédio de pesquisas pormenorizadas das condições de operações do BAvOp nas aludidas manobras pretende-se apresentar as possibilidades de mitigação dos riscos de acidente inerentes à atividade aeronáutica e o incremento qualitativo da segurança de voo.

A máquina O HB 350/AS 50 Esquilo, equipamento de concepção francesa montado no Brasil e predominante no segmento da aviação de segurança pública, é a plataforma na qual se processa a atividade alvo da pesquisa e apresenta possibilidades de adaptação, revitalização e incorporação de recursos tecnológicos, que potencializam o emprego de helicópteros em missões policiais e de defesa social, não restrito aquele modelo, tais recursos são aplicáveis também as demais aeronaves.

O ambiente em que se processa a atividade também é abordado e investigado com foco nas regras formais e informais que preparam e normatizam as manobras visando compreender o grau de percepção de segurança de voo que permeia o serviço aéreo da PMDF. Por fim o elemento humano é avaliado como conjunto em suas características fisiológicas, seu arcabouço de conhecimentos técnicos e necessidades.

Destarte os pesquisadores buscaram de maneira circunspecta, abranger o trinômio da filosofia SIPAER de segurança de voo: o Meio- o Homem- a Máquina, na já arriscada atividade a policial com o incremento da operação aérea com carga externa viva a baixa altura; este tipo de operação já causou acidentes no Distrito Federal ceifando vidas de agentes de segurança pública especializados em atividades aéreas.

Palavras-chave: carga externa; Rappel; Mc Guire; aviação de segurança pública, SIPAER.

- Anúncio -

5 COMENTÁRIOS

  1. Mais uma excelente iniciativa de aviadores que buscam contribuir para o crescimento e o profissionalismo da atividade aérea de segurança pública no Brasil.

    Parabéns ao amigo e novo Comandante do BAVOP/PMDF, TC JOSILEI GONÇALVES!

    Sua monografia já faz parte da biblioteca do GAM/PMERJ e certamente será muito útil para todos que se interessam por estudar as peculiaridades da nossa atividade.

    Forte abraço,

    Cmte Rodrigo Duton – MAJ PMERJ
    Grupamento Aéreo e Marítimo – GAM

  2. Grande Comando.

    Felicitações pela excelente monografia.
    Gostaria também de agradecer o apoio dado à minha pessoa durante vossa jornada de fazer uma aviação de excelência.
    Que Deus em o nome do Senhor Jesus lhe proteja e lhe guarde.

    Respeitosamente.

    ST Henrique. Sempre em QAP – QRV

  3. Muito bom e mostra justamente aquilo comentado por mim na materia neste mesmo sito sobre o dispositivo de segurança para os tripulantes operacionais que usam o gancho e a barca da acft em situações adversas em missões especiais chamado de GOD-HAND………….fico feliz por pessoas se preocuparem com o voo de segurança publica mostrando a realidade hoje das nossas atuações com as ferramentas operacionais e ACFTs que temos em mãos, embora eu não o conheça pessoalmente, mas já o admiro, parabens.

  4. PARABÉNS PELO EXCELENTE TRABALHO DESENVOLVIDO E CULMINOU NESTA BRILHANTE MATÉRIA.

    CERTAMENTE ACRESCENTA DE VERDADE ALGO A MAIS EM MATÉRIA DE PREOCUPAÇÃO COM OS PROCEDIMENTOS DESENVOLVIDOS E O HOMEM SOB UM HELICÓPTERO.

    COMO BEM DITO FOI NA MATÉRIA ( já causou mortes )!
    E AINDA CONTINUAM APENAS TRABALHANDO DESSA MESMA MANEIRA EM PRATICAMENTE 99,9% DA AVIAÇÃO DE SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL.

    TALVEZ SEJA A HORA DE INSERIR DISCUSSÕES, IMPLEMENTAR E DISSEMINAR O USO DO GUINCHO ELÉTRICO NA GRANDE MAIORIA DAS NOSSAS MISSÕES; CLARO QUE NÃO APOSENTANDO OUTRAS; MAS PASSANDO A REALIZAR AQUILO QUE O MUNDO TODO UTILIZA; INDEPENDENTE DE SER AERONAVE MÉDIA OU GRANDE.

    ISSO SIM É SEGURANÇA DE VERDADE E NÃO PESSOAS QUE FICAM “CRIANDO” IMPROVISOS TUPINIQUINS ALMEJANDO MELHORAR OU MINIMIZAR RISCOS COM CARGA EXTERNA, E AINDA MAIS “HUMILDEMENTE” FAZENDO PROPAGANDA PRÓPRIA COMO SE AQUILO FOSSE “A SOLUÇÃO”.

    PERDER VIDAS EM NOSSAS OPERAÇÕES MUITAS VEZES ACONTECERAM POR FALTA TALVEZ DE VONTADE REAL DE ACERTAR E MUDAR AQUILO QUE JÁ PASSOU DA HORA!!!

    PARABÉNS, SAÚDE, FELICIDADES E SUCESSO, E QUE BONS VOOS SEMPRE SEJAM ALCANÇADOS.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários