2º Fórum Nacional de Aviação de Segurança Pública

MJ discute política nacional de aviação de segurança pública

Florianópolis, 31/07/09 (MJ) – Com o objetivo de aumentar as formas de combate à criminalidade no país, o Ministério da Justiça realiza o 2º Fórum Nacional de Aviação de Segurança Pública em Florianópolis (SC). O evento reúne, até sábado, pilotos, operadores e mecânicos de vôo das polícias Federal, Rodoviária Federal, Militar e Civil e do Corpo de Bombeiros.

Na abertura do encontro, nesta sexta (31), o governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira, enalteceu o uso da força aérea no combate à criminalidade, ao contrabando e nas operações de salvamento. Silveira lembrou do desastre causado pelas enchentes em Santa Catarina, em novembro e dezembro de 2008.

“Com o episódio que vivenciamos aqui, sentimos a valia extraordinária da aviação, sejam grande aviões Hércules transportando donativos e materiais, seja uma frota de helicópteros indo resgatar pessoas em situação de mais absoluto risco.”

O secretário Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, Ricardo Balestreri, ressaltou a importância da aviação nas ações de salvamento e de prevenção e repressão à criminalidade. “Nós acreditamos que, hoje, um helicóptero seja equivalente a 35 viaturas, ou seja, um helicóptero faz o que 35 viaturas fariam com muita dificuldade”.

Nesta sexta (31), Balestreri deu posse aos membros do Conselho Nacional de Aviação de Segurança Pública. Ao longo do evento, também será implantado o Sistema Integrado de Aviação de Segurança Pública, coordenado pelo Ministério da Justiça, e estruturado uma política nacional para o setor.

Homenagem

Profissionais que atuaram no socorro às vítimas das enchentes no Vale do Itajaí (SC), no fim do ano passado, além de outros trabalhadores da área, foram homenageados com a Medalha do Mérito da Aviação de Segurança Pública Major Íbes Carlos Pacheco, instituída por decreto presidencial.

Receberam a comenda secretários estaduais de Segurança, pilotos, bombeiros, policiais civis e agentes da Força Nacional, entre eles os bombeiros Milton Pitan e Rafael Vieira, que sofreram ferimentos graves quando atendiam vítimas de um deslizamento de terra, em Santa Catarina.


Fonte : Ministério da Justiça

Foto: Eduardo Alexandre Beni


Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

dois + 8 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários