3º Fórum Nacional de Aviação de Segurança Pública – 6 a 8 de maio de 2010

O 3º Fórum Nacional de Aviação de Segurança Pública – 3º FNAvSeg é um evento programado durante a realização do 2º Fórum em Florianópolis/SC, ocorrido em agosto de 2009, e reunirá profissionais da aviação de segurança pública, dentre pilotos, operadores e mecânicos de vôo das unidades de operações aéreas da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional, Polícias Militares, Polícias Civis e Corpos de Bombeiros Militares, além de representantes das Forças Armadas e das autoridades aeronáuticas, como ANAC, CENIPA, DECEA, ITA e INFRAERO.

Clique sobre a foto e veja o Banner do evento em tamanho original

O Fórum destina-se a consolidar a implantação do Sistema Integrado de Aviação de Segurança Pública coordenado pelo Ministério da Justiça/SENASP, além de possibilitar a estruturação do sistema e da política de aviação de segurança pública nacional.

Nesse sentido, terão continuidade no evento as atividades do Conselho Nacional de Aviação de Segurança Pública, estabelecido pela Portaria nº 2.555/2008 do Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado da Justiça, bem como será efetuado ato solene de entrega de um helicóptero adquirido pelo Estado da Bahia com recursos federais providos pelo Ministério da Justiça/SENASP.

O evento, promovido pela Comissão de Aviação de Segurança Pública da SENASP em parceria com o Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia, será realizado em Salvador/BA, nos dias 6 a 8 de maio de 2010, sendo restrito aos participantes credenciados. A SENASP providenciará os convites contemplando as vagas disponíveis endereçadas à cada secretaria estadual.

Na oportunidade, os participantes poderão desenvolver trabalhos de integração e estruturação da aviação de segurança pública, assim como ter acesso às informações disponíveis para o provimento logístico de operações aéreas policiais e de defesa civil, além de tópicos relacionados ao fator humano, do meio ambiente, dos equipamentos, comportamento organizacional e de segurança de vôo aplicáveis à aviação de segurança pública.

O 3º Fórum Nacional de Aviação de Segurança Pública é mais um marco do desenvolvimento integrado e estruturado do Sistema de Aviação de Segurança Pública, composto atualmente por mais de 200 aeronaves e 2000 mil profissionais altamente especializados da segurança pública, que, pela primeira vez, dispõe de uma política consolidada no âmbito do Governo Federal, coordenada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública – SENASP, do Ministério da Justiça.

– Confira as palestras que serão realizadas no 3º Fórum.


Fonte: Comissão de Aviação de Segurança Pública do Ministério da Justiça/SENASP


12 COMENTÁRIOS

  1. O Fórum poderia ser via internet, com chat e material de estudo, para que possa servir de aprendizado para pessoas que por algum problema não possam participar deste evento tão importante. Obrigado…

  2. Prezados,
    Ressaltamos que se trata de um fórum para discussão de políticas da área de aviação de segurança pública, não seminários para instrução ou capacitação.
    O fórum é direcionado aos operadores de segurança pública que possuem poder decisório nos estados para a implantação das políticas públicas, não figurando como “apadrinhados”.
    Para o desenvolvimento da aviação de segurança pública nacional precisamos da participação de todos e, nesse sentido, buscamos evitar a simples conduta “passiva” de aguardar uma ou outra iniciativa de uma palestra ou seminário. Buscamos que todos sejam parte do sistema, não como meros espectadores, mas como operadores reais e comprometidos da integração e do desenvolvimento da aviação de segurança pública.
    Os resultados do fórum serão publicados na internet, e todos terão acesso aos assuntos discutidos durante o evento.
    Infelizmente não há capacidade nem recursos sufientes para que todos os interessados participem do fórum, limitando-se aos representantes institucionais, motivo pelo qual se apresentam as devidas escusas.
    De toda a forma, segue a sugestão para que os interessados se mobilizem no sentido de promover um evento no qual possa haver a participação de todos os operadores da aviação de segurança pública.

  3. Ficou bem mais claro depois do comentário do Sr.Lautert, mas seria ótimo se estivesse algum curso na área da av. seg. publica para todos se qualificarem, como o Sr.Eduardo comentou, poucos tem este “privilegio”.
    Será que alguma unidade policial ou até mesmo os caros colegas deste site poderiam em conjunto promover um “aprendizado online”
    Obrigado pela atenção….

  4. Boa noite a todos…
    Ficou bem mais claro depois do comentário do Sr.Lautert, mas seria ótimo se estivesse algum curso na área da av. seg. publica para todos se qualificarem, como o Sr.Eduardo comentou, poucos tem este “privilegio”.
    Será que alguma unidade policial ou até mesmo os caros colegas deste site poderiam em conjunto promover um “aprendizado online”
    Obrigado pela atenção….

  5. Caro Sd PM Ilha essa sua idéia é ótima, mas estamos começando. Essa é uma meta. Estamos disponibilizando, na medida do possível, artigos técnicos e científicos, cujo objetivo é democratizar a informação. Isso já é uma inovação sem precedentes na aviação de segurança pública, entretanto, precisamos da ajuda e colaboração de todos.

    Atenciosamente

    PilotoPolicial.com.br

  6. caro Colega Lautert, como PRF e Piloto ainda fora da DOA, tenho muita esperança nestes fóruns, para que se criem as doutrinas relativa a aviação de segurança pública pelos operadores/PILOTOS e não por administradores, que em sua maioria não entendem de aviação o necessário para fazê-la crescer com segurança e responsabilidade, além é claro de uma melhor fonte de consultoria no que diz respeito a distribuição das aeronaves, tanto pela SENASP quanto pelos Departamentos responsáveis.
    Obrigado pelo espaço.
    Sou Mec de Aviônicos/EEAR 1988 e Piloto de Helicóptero 2006.
    AD ASTRA ET ULTRA

  7. Prezados senhores,

    No ano de 2008, iniciamos um processo de implantação e fomento da Aviação de Segurança Pública do Brasil, em tres frentes: Aquisição de aeronaves e equipamentos; Padronização e realização de estudos para uma operação segura e eficaz e apoio às unidades novas na implantação e operação em seus estados das aeronaves adquiridas. Assim, este processo tem apenas 1 ano e 8 meses, em se tratando de aviação muito curto para atender à uma demanda de 20 anos de abandono, cultura pessoalista, “pano preto” e monopólio. Estamos buscando neste momento criar uma política solida para podermos avançar independente de mudança de governo, consolidando nossa atividade de forma sistemica e democcrática ( institucionalidade ). Sei que ainda estamos deixando de lado os senhores operadores ( tripulantes operacionais ) e os mecânicos, no entanto não vos esquecemos, apenas queremos tratá-los como merecem, como profissionais de aviaçã. Está previsto para este ano o 1 curso de mecânico de aviação da FN e o 1 curso de tripulante operacional da FN, com especializaçaõ e todos os ambientes do território brasileiro, e pretendemos para 2011 realizar o 1 Fórum Internacional de Tripulantes Operacionais e Mecânicos de Aviação de Segurança Pública. Então, não perca sua fé e a esperança, continue acreditando em nossa proposta, pois ainda voaremos muito alto nesta empreitada e não faremos sem vocês.

    Um abraço a todos e bons vôos

    Maj Gonçalves – Força Nacional
    Presidente do Conselho Nacional de Aviação de Segurança Pública – SENASP ( 61 9218 3106 )

  8. Muitas PoliciaS Estaduais nao tem recursos o SENASP deveria priorizar a compra de aeronaves com Farol de busca pois a Maioria dos delitod ocorrem a noite como pode uma aeronave POLICIAL sem FAROL DE BUSCA?

  9. Prezado Maurício,

    A operação é autonomia absoluta dos estados, e cabe a eles decidirem como empregar as aeronave, alguns estados tiveram experiências ruins com operações noturnas, mas cada estado toma esta decisão. A SENASP não compra equipamento e sim repassa recurso ao estado, de acordo com o projeto apresentado pelo mesmo, pois as especificações da aeronave e dos equipamentos que estarão embarcados são escolhas do estado que apresentou o projeto junto à SENASP. Estamos, através do conselho iniciando discussões sobre operação noturna, inclusive recursos INVG, vamos avançar nisso. Mas é importante lembrar que o helicóptero não resolve ocorrência e sim apoia, são somos a solução e sim uma ferramenta a mais para combater o crime, assim, em certas operações de risco elevado, não vale a pena arriscar uma tripulação inteira, em uma ocorrência noturna.

    Um abraço

    Maj Gonçalves

  10. Gostaria que os comandantes de grupamentos aereos,informasse a todos as pessosas de sua equipe para eles participarem dos foruns.pois isto deixaria os componentes preperados.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

1 × 5 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários