Portal Só Notícias
Fotos: Thiago Amaral – CComPI

O governador do Piauí, Wilson Martins, e o secretário de Estado da Saúde, Ernani Maia, lançaram, oficialmente, na manhã desta terça-feira (28/05), o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) Aéreo, que já inicia os trabalhos no próximo mês e se torna uma referência nacional nesse tipo de assistência em saúde, já que o Piauí é o primeiro estado do país a utilizar aviões como meio de transporte de pacientes, enquanto em outros estados, a exemplo de Pernambuco, o serviço é feito com helicópteros.

Lançamento SAMU - Piauí

O Samu Aéreo do Piauí também já se tornou uma referência em saúde pela qualidade na equipe de profissionais e na estrutura montada – UTI completa – nas duas aeronaves que foram destinadas para o serviço.

Inicialmente, sete médicos e sete enfermeiros – que foram capacitados por profissionais que são referência na área, vindos de Brasília (DF), realizarão os serviços em regime de plantões diários de 12h, das 6h às 18h, numa rede organizada que garantirá a melhor e mais eficiente assistência ao usuário. Esse, por sua vez, terá seu atendimento iniciado ainda em sua cidade de origem, que analisará a necessidade do transporte aeromédico e acionará o serviço em Teresina, garantindo o atendimento adequado nos hospitais de referência em média e alta complexidade da capital, após o voo da cidade-polo para Teresina.

Secretários de Estado, deputados, prefeitos e profissionais de saúde compareceram ao evento, que aconteceu no Hangar do Governo. O governador realizou um voo-teste a bordo de uma das aeronaves, acompanhado da coordenadora estadual do Samu, Christianne Rocha, e do superintendente de Relações Institucionais e Sociais, Pompílio Evaristo, ilustrando o funcionamento interno do serviço durante o sobrevoo.

“Aos moldes do Piauí, não existe nenhum Samu Aéreo no Brasil. Este nosso novo serviço foi criado pela inteligência da nossa equipe, que lutou por esta realização, a fim de salvar a vida das pessoas de uma forma mais ágil, seguindo um protocolo necessário e toda a segurança estabelecida pelo serviço. É como se tivéssemos um plano de saúde particular para todos os piauienses que precisarem de uma UTI no ar”, enfatizou o governador durante a solenidade.

Foram investidos pelo Governo do Piauí cerca de R$200 mil, entre a locação da aeronave, capacitação dos profissionais, aquisição de materiais, equipamentos e uniformes. O Samu Aéreo contará com duas aeronaves, sendo que, inicialmente, apenas uma delas será utilizada, além de uma ambulância de suporte básico, que fará o apoio em terra, para receber os pacientes que virão através do transporte aéreo.

O avião, tipo Seneca, é equipado com desfibrilador automático, oxímetro de pulso, ked para imobilização da coluna cervical, talas de imobilização, colares cervicais, pranchas com imobilizadores laterais, além de cardioversor, ventilador mecânico com monitor cardíaco, bomba de infusão, Sonar (para detecção dos batimentos cardio fetais) e incubadora de transporte.

Para o secretário da Saúde o lançamento do Samu Aéreo preenche um dos itens mais importantes que dão sustentação ao Sistema Único de Saúde (SUS): a integralidade na assistência. “O Samu compõe essa integralidade na parte pré-hospitalar nos casos em que o tempo é o definidor entre a vida e a morte. Com este novo serviço teremos outro ganho importante: além de salvar vidas e acudir, também promoveremos uma educação e uma conscientização voltada para a população”, frisou.

A vice-prefeita do município de Curimatá, Maria das Neves Jacobina, participou do lançamento do Samu Aéreo e fez questão de ressaltar a importância do novo serviço. “Esta é, de fato, uma conquista definitiva, um avanço muito importante. Nós moramos a cerca de 800 quilômetros da capital: imagina ter que socorrer uma vítima em estado gravíssimo e ainda transportar para Teresina de carro ou de ambulância! Agora, felizmente, temos essa importante alternativa para salvar vidas. Ao voltar para Curimatá vou fazer questão de repassar aos nossos moradores essa grande e feliz notícia”, disse.

Ainda durante a solenidade, o governador e o secretário assinaram os termos de posse dos novos médicos que atuarão no Samu Aéreo. Os profissionais são oriundos do concurso público da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) realizado em 2012.

2 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns, ao estado do Piaui, pela iniciativa e implantação do (SAMU Aéreo) sistema pioneiro, em prol dos cidadãos piauienses. Com certeza muitas vidas serão salvas por esse sistema de resgate e atendimento imediato proporcionado por uma excelente equipe técnica e suas maravilhosas máquinas.
    Bons voos.

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

oito + 20 =

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários