- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

França – Um helicóptero de resgate do Service Aérien Français (SAF Hélicoptères) acidentou-se na noite de terça-feira (8) a uma altitude de 1.800 metros em Bonvillard, Alpes franceses, sudeste da França. Cinco pessoas faleceram e o piloto ficou gravemente ferido.

O helicóptero, um Airbus EC 135 T1, matrícula F-HJAF, estava sendo utilizado em uma missão de treinamento de resgate na montanha. Um piloto, um piloto instrutor, um operador de guincho e um instrutor de guincho da SAF Hélicoptères e dois socorristas da CRS Alpes (Compagnies Républicaines de Sécurité), pertencente à Polícia Nacional francesa, estavam a bordo do helicóptero. (Saiba mais)

Recursos de busca, com três helicópteros, foram acionados assim que o alerta foi dado. Diante do nevoeiro e condições meteorológicas adversas foi efetuada inicialmente uma intervenção por terra com as equipes de resgate. Segundo informações preliminares as condições do tempo no momento do acidente eram desfavoráveis.

O Escritório de Investigações e Análises para a Segurança da Aviação Civil (BEA) anunciou a abertura imediata de investigação. BEA é uma agência do governo francês, criada em 1946, com a missão de investigar acidentes aéreos e fazer recomendações de segurança baseadas nos resultados dessas investigações. Está sediado em Le Bourget, nos subúrbios de Paris, na França.

SAF é uma empresa privada criada há 40 anos e tem bases operacionais na França, Suíça e Marrocos. Emprega 300 pessoas e dispõe de uma frota com cerca de 40 helicópteros (Super Puma – AS332, EC135 e AS50 – Esquilo), dois simuladores, preparados para missões aeromédicas (SAMU), de resgate, combate a incêndio, defesa civil, carga externa, transporte, treinamento e manutenção.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários