- Anúncio -
Print Friendly, PDF & Email

Tocantins – Na manhã de domingo (28), para auxiliar o resgate de um indígena da etnia Karajá, na Ilha do Bananal, a Diretoria do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAER) foi acionada e permaneceu na região até segunda-feira (29).

Depois de três dias perdido, o índio Tekuwala karajá, de 26 anos, foi encontrado em uma área de mata e entregue a seus familiares na Aldeia Santa Izabel. Em razão do indígena apresentar sinais de cansaço, a equipe sugeriu levá-lo de helicóptero até a unidade de saúde mais próxima, porém, o cacique da Aldeia disse que não era preciso e que a própria família cuidaria do rapaz.

Conforme o diretor do CIOPAER, major Gustavo Bolentini, o resgate foi realizado a partir de informações dos próprios indígenas de que na mata havia um possível abrigo. Enquanto o CIOPAER realizava as buscas pelo ar, em solo, uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar também tentava localizar o indígena.

Tekuwala Karajá e um amigo foram a uma festividade na aldeia vizinha. Na volta, a motocicleta em que estavam apresentou problema mecânico. O amigo voltou para arrumar o veículo e disse para Tekuwala que o esperasse no local. O indígena resolveu não esperar e ir caminhando e acabou se perdendo.

- Anúncio -

Escreva um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Comentários que contrariem a lei, a honra e a intimidade serão moderados.

Comentários

comentários